10 dicas para uma gestão de estoque eficiente

O controle de estoque faz parte de uma gestão eficiente e pode gerar bons resultados para sua empresa, mas o que é preciso para que ele traga o máximo de benefícios? Alguns passos e cuidados deverão ser seguidos para que você gerencie esta área tão importante dentro do seu negócio. Veja 10 dicas para uma gestão de estoque eficiente!

1. Faça o controle rígido das mercadorias

O funcionário que trabalha no estoque deverá estar devidamente instruído, ou seja, devidamente treinado e ciente de suas funções para registrar e conferir no controle de estoques todas as quantidades recebidas, bem como o custo unitário e, consequentemente, o custo total das mercadorias adquiridas. Além disto, este controle deve se estender para as quantidades vendidas para que possa ser apurado o valor final do estoque e seu custo.

2. Crie um sistema de organização de suas mercadorias

Para controlar, é preciso saber onde a mercadoria está. Organize o seu estoque criando sistemas por produtos, códigos ou categorias. O uso de códigos, além de facilitar a organização, permite uma inserção dos produtos de forma mais lógica em um sistema.

3. Acompanhe entradas e saídas

Eventuais entradas ou saídas de produtos ou matéria-prima, seja por consumo, transferência, troca ou devolução, deverão ser devidamente registradas, já que fazem parte da gestão dos estoques e representarão diferenças no final do período de apuração.

4. Confirme saldos

Outra atitude que deve fazer parte do gerenciamento de estoques é a conferência das planilhas ou registros eletrônicos com o estoque físico, a fim de atestar que as quantidades registradas compreendem o que efetivamente está no estoque. Este procedimento poderá ser executado tanto para os estoques de matérias-primas quanto para os de produtos acabados, proporcionando um conhecimento geral do estoque da empresa.

5. Garanta que a movimentação seja controlada

Estabeleça uma movimentação controlada de mercadorias, utilizando fichas de requisição não só para retiradas, mas também estabelecendo normas de entrada e de saída. Isto permite que sejam elaborados relatórios e que o giro de estoque seja melhor entendida.

6. Mapeie o fluxo

Após implementar uma movimentação controlada, que tal mapear o fluxo de suas mercadorias? Assim, você saberá quais mercadorias saem antes e como seus estoques deverão ser repostos. Preocupe-se em nunca ter itens em excesso nem itens faltantes.

7. Faça a programação de suas compras

Ao conhecer a sua rotina, trace uma estratégia de programação de compras, criando um calendário e datas específicas para compras, sem perder prazos para a entrega de seus produtos e tentando achar os melhores preços e condições de pagamento.

8. Mantenha o relacionamento com fornecedores

Uma boa programação de compras está ligada a um bom relacionamento com fornecedores, pois ao escolher os melhores, você sempre terá suas mercadorias no prazo. Fica mais fácil também pode negociar condições de prazo e pagamento.

9. Saneamento e organização dos estoques

O estoque precisa de acompanhamento periódico e itens obsoletos ou com algum tipo de avaria devem ser avaliados e retirados do seu estoque. Caso possam ser utilizados, que tal fazer uma feira entre os funcionários ou vender como sucata? Analise cada caso e deixe seu estoque sempre limpo e organizado.

10. Estabeleça processos

Utilizar um software de gestão facilita todos os seus processos, bem como a integração entre eles, já que o registro inicial da mercadoria alimenta diferentes áreas e relatórios e auxilia na definição de estratégias. Caso não queira investir nisso agora, mantenha tudo em planilhas!

Já que você acompanhou nossas dicas de gestão de estoque, que tal conhecer todas nossas soluções para uma gestão inteligente da sua empresa? Experimente grátis o Sage Start!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário