5 lições que aprendemos com as startups

startupVocê já escolheu o modelo de negócios a ser desempenhado, já avaliou todos os riscos e já conhece os seus principais concorrentes. Até ai, tudo certo? E o ambiente de trabalho da sua empresa? Ele induz os seus colaboradores a produzirem com mais eficiência? Não podemos esquecer de que, com o passar do tempo, o processo de gestão de uma empresa pode cair em uma rotina maçante. A prática das atividades acaba seguindo certos padrões que resultam em um profissional desmotivado e sem novas ideias. É preciso criar um ambiente estimulante em que o rendimento esteja a todo vapor.

Confira a seguir algumas dicas valiosas aprendidas com as startups e que podem ser adaptadas ao seu negócio. Faça da trajetória da sua empresa um exemplo de sucesso. Vamos lá:

Mas, antes, o que é uma startup?

Está enganado quem pensa que o conceito de startup diz respeito apenas à criação de uma nova empresa. O termo começou a ser utilizado há algumas décadas nos Estados Unidos, na época da chamada bolha da internet. Depois de várias discussões a respeito do seu conceito, chegou-se à conclusão de que uma startup é um grupo de pessoas que trabalham com, e em, um modelo negócio de extrema incerteza, almejando alcançar e provar a existência de um segmento, que, apesar de já existente no mercado, ainda não foi explorado.

Selecionamos abaixo 5 lições que uma empresa já consolidada no mercado pode aprender com essas empresas mais jovens.

Ok, e o que as startups podem ensinar para o seu negócio?

 1. As startups não têm medo de inovar

O espírito desbravador permite que as startups atuem em nichos que muitas empresas tradicionais não ousam participar. Arrisque-se! Mas não deixe de planejar. De nada adianta um espírito empreendedor se você não souber exatamente o que fazer para colocar sua ideia em prática. A inovação deve estar ligada a uma análise profunda das consequências desse investimento

2. Startups sabem potencializar seu poder de crescimento

Outra característica das startups é possuir um modelo de negócios promissor. Ou seja,  saber trabalhar com o pouco e realizar muito, deixando os custos baixos, mas procurando sempre elevar as receitas. Você está acumulando riquezas e gerando lucro? Após anos de atuação no mercado, sua empresa tem também essa característica?

3. Startups prezam pela descontração no ambiente de trabalho

Um ambiente de trabalho descontraído facilita o desenvolvimento da criatividade. Talvez seja essa uma das lições mais valiosas que podemos aprender com uma jovem startup. Vale a pena investir em um local onde você e a sua equipe se sintam bem. É como pensar na decoração de uma casa, onde a harmonia proporciona bons momentos aos seus moradores. Se a sua equipe tem afeição pelo ambiente de trabalho, com certeza ela também terá prazer em produzir com um alto nível de qualidade.

4. Startups têm um público-alvo bem definido

Será muito mais fácil segmentar o seu negócio, se o seu público-alvo for definido. Quanto mais claro for o seu connhecimento sobre o seu cliente, mais objetivo será o direcionamento da sua campanha de marketing e maior a capacidade de captação de clientes com o mesmo perfil. Uma startup nunca tem dúvida sobre qual é o seu perfil de cliente. Defina seu público-alvo!

5. Startups conseguem manter a firmeza em situações adversas

Por causa da instabilidade de seu nicho, as startups estão em muitos casos  mais vulneráveis às flutuações do mercado. É por isso também que elas costumam superar melhor as adversidades. Mesmo seguindo todas as dicas que apresentamos acima, pode ser que em algum momento o seu negócio não apresente a rentabilidade esperada. Não se esqueça de que um empreendedor de sucesso deve saber lidar com o fracasso momentâneo. É nessa hora que novas metas devem ser traçadas, para que o seu negócio retorne ao mercado ainda mais forte. Portanto, tenha rapidez na tomada de decisão. Não fique esperando o tempo passar. Vire o jogo!

E então, a trajetória das startups é uma boa inspiração para o seu negócio? Pensou em mais alguma lição que podemos aprender com elas e que esquecemos de citar? Conte para a gente como você está administrando a sua empresa!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário