regras-de-gestão-financeira

6 regras de gestão financeira para aplicar aos negócios

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Para garantir a saúde financeira da empresa uma boa administração é essencial. Para isso, é preciso ter muito controle sobre as entradas e saídas de dinheiro, conhecer todas as despesas do negócio, saber cobrar pelos produtos e serviços comercializados e focar no objetivo principal – obter lucro.

Estes itens são parte das regras da gestão financeira, você sabe quais são elas? Este é um conhecimento obrigatório para empreendedores! Saiba mais:

6 regras que você precisa saber sobre gestão financeira

1. Manter informações bem organizadas economiza tempo

Se toda vez que você precisar de um documento tiver que passar por pilhas de papel, vai perder muito mais tempo do que seria necessário em uma tarefa simples. Lembre-se de que tempo é dinheiro e evite desperdício de horas por falta de organização! Uma dica é evitar o acúmulo de papéis: contas, notas fiscais e demais documentos podem ser armazenados em um sistema de controle online.

2. A boa administração do fluxo de caixa evita prejuízos

Não saber quais são todos os gastos da empresa é uma das maneiras mais rápidas de levar um negócio à falência. É essencial que os administradores da empresa saibam tudo o que acontece no caixa: para onde vai o dinheiro, quais são os maiores gastos, quais são as maiores fontes de renda e assim por diante. Um sistema de gestão dá mais precisão a esta tarefa.

3. O setor financeiro deve trabalhar junto com o setor de vendas

Se há pouco dinheiro entrando na empresa, pode ser hora de mudar as estratégias de venda, certo? Por isso, podemos dizer que uma das regras de ouro da gestão financeira é garantir que estes dois setores – financeiro e vendas – trabalhem juntos.

4. A conta da empresa deve ser separada da sua conta pessoal

Este pode parecer um erro de principiante, mas alguns empreendedores ainda deixam as contas pessoais misturadas com as contas da empresa. Mesmo quando não existem sócios, é importante separar as contas desde o início. Assim, você não corre o risco de gastar mais do que poderia e prejudicar a saúde financeira do seu negócio.

5. Saber precificar o seu produto é essencial para a saúde financeira da empresa

Entender como funcionam as regras de precificação de produtos também é essencial para garantir uma boa gestão financeira na empresa. É importante que sejam considerados fatores como custos variáveis, custos fixos e lucro. Também é importante analisar a concorrência para evitar perder vendas porque os produtos não apresentam valores competitivos.

6. O foco deve estar no lucro

As decisões tomadas na empresa – sejam elas na área de marketing, recursos humanos ou vendas – devem levar em consideração os possíveis reflexos no lucro. É importante saber que diminuição na produção, contratação de novos funcionários, descontos, comissões, contas pagas atrasadas e demais alterações interferem no lucro da empresa – as decisões devem ser focadas em ações que diminuam ou eliminem os prejuízos.

Quer saber mais dicas para uma gestão financeira bem-feita? Conheça, neste outro post do blog, cinco segredos que todo empreendedor deveria conhecer.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Um comentário em “6 regras de gestão financeira para aplicar aos negócios

Deixe um comentário