8 dicas para você não errar no controle de estoque

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Todo cuidado é pouco quando o assunto é controle de estoque, afinal mercadorias paradas são sinônimos de custos desnecessários e até mesmo de prejuízos. Se o estoque estiver bem gerenciado, sobrarão tempo e recursos para serem investidos em outras áreas do negócio que também são fundamentais. Por tudo isso, é sempre válido conhecer dicas para evitar erros e otimizar processos.

1 – Delegue o responsável pelo controle do estoque

Aqui vale a máxima: cão sem dono ou com muitos donos morre de fome. Portanto, não importa o tamanho da sua empresa: será necessário dar a responsabilidade pelo estoque a alguém. Veja qual dos seus funcionários tem facilidade com este tipo de tarefa e delegue este trabalho. Na hora de escolher, lembre: este profissional precisa ser bastante organizado e responsável.

2 – Pense no espaço físico para abrigar o estoque

Faça uma pesquisa e escolha o melhor ambiente para o estoque da sua empresa, levando em conta qual o tipo de produto que você vende. Analise com cuidado quais são as condições de armazenamento ideais, como deverá ser a visualização dos itens e de que forma ocorrerá o acesso a eles para ter melhores resultados.

3 – Categorize os produtos para facilitar o acesso

É importante criar categorias para dividir os produtos, cada um com um código diferente. Isso vai ajudar a manter o acesso rápido dos funcionários aos produtos de forma organizada e eficiente, garantindo total controle do seu estoque. Avalie cuidadosamente qual será o método de padronização e a descrição dos itens para evitar riscos de registros duplicados ou erros.

4 – Controles a entrada e saídas de produtos

Avalie também como será o controle das entradas e saídas dos materiais – este é um aspecto fundamental e, como vários outros processos dentro da sua empresa, precisa ser estabelecido para que seja cumprido por todos os envolvidos. Uma grande dica é que as entradas e saídas sejam registradas por meio de um sistema informatizado, como o Sage Start.

5 – Decida quando continuar e quando parar

Por meio de uma análise completa do histórico de vendas, você vai descobrir quais produtos “encalham” no estoque ou saem mais. Isto vai ajudar você a estabelecer qual a frequência de reposição e a fazer um planejamento estratégico adequado ao seu fluxo de vendas, além de facilitar na hora de decidir com quais produtos você continuará trabalhando.

6 – Crie calendários

Uma analise das vendas também vai permitir que você defina um calendário de sazonalidade para determinados produtos e se programe com seus fornecedores. Prestar atenção dos períodos com mais e menos vendas vai ajudar você a evitar grandes quantidades de produtos parados em estoque ou a falta de produtos que são mais vendidos em certas épocas.

7 – Planeje-se para nunca faltar nada

Ainda que isso já tenha sido citado anteriormente, planejar seu estoque de maneira que nenhum item acabe por completo antes de pedir mais merece destaque. Afinal, ninguém quer perder um cliente por causa da falta de um determinado produto, certo? Estabeleça um prazo para novos pedidos e sempre considere possíveis atrasos na entrega.

8 – Estabeleça parcerias de confiança

Busque por fornecedores de confiança, que sejam cumpridores de prazos e ofereçam flexibilidade de entrega e negociação de preço, além de disponibilidade de produtos. Estabelecer uma relação cordial com todos irá garantir sua competitividade e também padrões de qualidade e credibilidade para sua empresa.

Gostou das dicas? Se tiver algo para complementar este artigo, escreva nos comentários. E lembre: um sistema de controle de estoque eficiente pode evitar muitos erros e fazer toda a diferença no sucesso do seu negócio. Experimente grátis o Sage Start!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2 comentários em “8 dicas para você não errar no controle de estoque

Deixe uma resposta