fluxo-de-caixa

Como controlar o fluxo de caixa?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Há um elemento em comum entre todas as empresas bem-sucedidas: um excelente controle do fluxo de caixa. Afinal, é este controle que permite que a administração saiba exatamente para onde vai o dinheiro da empresa, quais são os pontos responsáveis pelas maiores despesas e o quanto de dinheiro entra no caixa no final do dia. Com base nestas informações é possível identificar quais são os pontos em que podem ser feitas reduções de custos e fazer um planejamento que permita honrar todos os pagamentos futuros que devem ser feitos pela organização. Isso é essencial para a saúde financeira da empresa, porque evita empréstimos e juros altos!

Fluxo de caixa organizado em 6 passos

Ainda que seja algo simples, muitos administradores ainda têm dúvidas na hora de organizar o controle financeiro das suas empresas. Pensando nisso, reunimos, neste post, seis passos essenciais para realizar esta tarefa do fluxo de caixa. Confira abaixo:

1. Anote o saldo inicial da empresa

O primeiro passo é registrar quanto dinheiro há disponível em caixa. Para isso, é preciso somar o saldo de todas as contas da empresa.

2. Registre as entradas de caixa

Depois, anote todo dinheiro que entrou no caixa da empresa no período. O período depende da frequência com que o registro de dados é feito – pode ser diário, semanal ou mensal. O ideal é que o controle seja feito, no máximo, a cada três meses.

3. Registre as saídas de dinheiro

Também é preciso anotar todas as despesas que a empresa teve no período. Mais do que anotar os valores, é preciso descrever para onde foi cada quantia gasta (conta de luz, pagamentos a fornecedores e salários de funcionários, por exemplo). Este passo é essencial para que a empresa possa avaliar quais são os seus maiores gastos e definir onde é possível economizar.

4. Calcule o saldo operacional

Depois que todas as entradas e saídas de dinheiro estão anotadas, faça o seguinte cálculo: entradas de caixa do período – saídas de caixa do período. O resultado é o saldo operacional da empresa.

5. Calcule o saldo final do período

Agora, é hora de calcular qual é o novo saldo da empresa. Este cálculo é feito da seguinte maneira: saldo inicial – saldo operacional. Com base neste resultado, a administração pode tomar decisões melhores acerca das finanças da organização, porque sabe exatamente qual é o saldo disponível e pode calcular qual é a média de lucro da empresa.

6. Use um sistema financeiro automático

Quanto maior é o controle das entradas e saídas de dinheiro, mais preciso é o controle do fluxo de caixa da empresa. Por isso, é altamente recomendável que a organização conte com o apoio de uma ferramenta que permita fazer estes registros de forma automatizada. Além de melhorar a qualidade dos registros, esta também é uma solução que leva agilidade e diminui a necessidade de retrabalho no setor financeiro!

Agilize o controle financeiro da sua empresa! Você já conhece a solução Sage Start desenvolvida para isso?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

3 comentários em “Como controlar o fluxo de caixa?

  1. É essencial esse sistema mas é possível vir alguém no local, para instalação e maiores esclarecimento sobre a funcionalidade e precisão do sistema?

Deixe uma resposta