Como fazer o planejamento financeiro da empresa

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Planejamento é um elemento obrigatório em todo negócio de sucesso. Sem ele, o empresário corre o risco de comprar mais matéria-prima do que precisa, por exemplo, resultando em um estoque lotado de itens que não tem utilidade para a empresa. Isso também reflete negativamente no caixa, já que são compras desnecessárias.

E por falar em caixa, é preciso caprichar no planejamento financeiro para garantir que o negócio seja rentável. Pensar no orçamento anual e calcular o capital de giro são exemplos de ações necessárias para garantir que a empresa tenha uma boa lucratividade. Veja, no artigo de hoje, dicas para fazer o planejamento financeiro da empresa. Acompanhe:

1. Faça uma previsão de orçamento

Marque na agenda uma data para fazer o orçamento anual do próximo ano – o ideal é marcar a tarefa para três meses antes que o ano atual acabe, assim você tem tempo de sobra para preparar a empresa e estruturar seu fluxo de caixa. O quanto você espera que entre de dinheiro? Quais serão os gastos do negócio? Para fazer uma boa previsão, use como base os últimos recebimentos e despesas do negócio. Para uma previsão melhor ainda, considere fatores externos na hora de fazer o orçamento, como tendências de mercado e uma eventual crise financeira.

2. Entenda como se comporta o ciclo financeiro da empresa

Para fazer um planejamento financeiro seguro, é importante entender como funcionam os prazos de estocagem, vendas e recebimentos do negócio. O ciclo econômico, por exemplo, corresponde ao tempo médio em que a mercadoria fica em estoque até sua venda. Já o ciclo operacional da empresa envolve todos os processos de produção e comercialização do produto, que vai desde a aquisição da matéria-prima até o momento em que o valor de venda da mercadoria entra no caixa da empresa. Para efetuar este cálculo deve-se somar o prazo médio de estocagem com o prazo médio de recebimento: PME + PMR.

O ciclo financeiro, por sua vez, inicia quando a matéria-prima é paga e termina, no momento, que a venda do produto é concluída. É o valor do ciclo operacional da empresa menos o prazo médio de pagamento a fornecedores. Digamos que um produto fique trinta dias em estoque, que o seu prazo médio de recebimento pelas vendas seja de dez dias e que as matérias-primas devam ser pagas em quinze dias. Sendo assim, o ciclo econômico da empresa é igual a dez, o ciclo operacional é igual a 40 (30+10) e o ciclo financeiro é 25 (40-15).

O cálculo do ciclo financeiro é importante para que você saiba quanto de reserva deve ter em caixa para pagar as faturas relacionadas à matéria-prima. No nosso exemplo, são 25 dias entre o pagamento dos seus fornecedores e a entrada de dinheiro em caixa, pela venda do produto. Ou seja, a empresa precisa ter capital de giro o suficiente para arcar com as despesas de produção por 25 dias.

3. Use uma boa ferramenta de gestão financeira

Estes são cálculos que facilitam o planejamento das finanças da sua empresa, mas outra dica é contar com um bom software de gestão, que simplifique o controle de entradas e saídas de dinheiro e a análise de despesas. Sistemas como este dispensam o uso de planilhas feitas manualmente, o que significa economia de tempo e maior precisão nos cálculos feitos. Além disso, esta é uma ferramenta que permite a visualização rápida de gráficos – elementos essenciais para a tomada de decisões que ajudem a diminuir os gastos e a aumentar os lucros da empresa. Por todos esses motivos, optar por um sistema de gestão facilita e melhora o planejamento das finanças.

Sua empresa precisar dar o próximo passo no controle financeiro? Conheça o Sage Start e faça um teste grátis

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Um comentário em “Como fazer o planejamento financeiro da empresa

Deixe um comentário