Como gerar relatórios de forma assertiva

Como gerar relatórios para melhorar a tomada de decisão

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Os relatórios são instrumentos bem antigos. Não se sabe ao certo quando eles surgiram, mas é bem provável que os líderes das primeiras civilizações já os utilizassem para controlar as colheitas e as transações comerciais. Apesar de, hoje, serem bastante úteis e utilizados por empresas de todos os portes e setores, muitos gestores e profissionais ainda consideram os relatórios uma mera formalidade burocrática.

Mas um fato que eles se esquecem é o de que os relatórios são fundamentais para as tomadas de decisão, pois possibilitam a análise de cenários reais, atuais ou futuros. Assim, fica mais fácil saber a situação do negócio e detectar oportunidades ou problemas que podem impactá-lo. No post de hoje, falaremos mais sobre a sua importância  e como gerar relatórios para melhorar as decisões da empresa. Confira!

Por que os relatórios são tão importantes?

Não podemos saber se o caminho trilhado é o correto sem analisar se a caminhada está levando a algum lugar, não é verdade? Da mesma forma, não se pode concluir que as estratégias de uma empresa estão dando certo, sem antes verificar se o seu orçamento e sua carteira de clientes estão crescendo. E a melhor forma de saber é utilizando relatórios: o reflexo de tudo o que acontece na empresa.

Sem eles, os gestores acabam guiando o negócio às cegas, sem ter uma noção clara sobre o que está realmente acontecendo em cada departamento. E isto pode gerar muitos prejuízos em curto prazo. É por isso que a utilização do bom e velho relatório é fundamental em qualquer empresa, independentemente de seu porte ou setor. Abaixo, listamos alguns motivos que explicam o porquê desse instrumento ser tão importante:

  • Mostra a situação atual ou futura do negócio;
  • Aponta detalhes importantes que passam despercebidos;
  • Facilita a detecção de problemas e oportunidades de negócios;
  • Evidencia as práticas e estratégias que deram certo, para que possam ser aprimoradas;
  • Permite o acompanhamento da evolução dos processos, atividades e projetos;
  • Possibilita tomadas de decisão de forma clara, segura e objetiva;
  • Livra os gestores dos riscos de se tomar decisões às cegas.

Como gerar relatórios precisos e fáceis de serem lidos?

Para o relatório gerar todos os benefícios listados anteriormente, ele precisa ser elaborado de forma correta, com dados verdadeiros sobre o negócio. Além disso, ele deve possibilitar a interpretação fácil e descomplicada das informações. Caso contrário, ele será mal interpretado pelos gestores e profissionais, os fará tomar decisões completamente erradas e perderá a sua utilidade e relevância dentro da organização.

Dados inconsistentes e dificuldade de interpretação são problemas, geralmente, causados por relatórios tradicionais, aqueles feitos em papéis de forma manual. Relatórios deste tipo, além de tomarem o tempo dos profissionais, não são precisos e aumentam as chances de erros serem cometidos. O ideal seria que a empresa utilizasse ferramentas que coletam os dados automaticamente e formam relatórios enxutos e simples de serem interpretados.

Assim, os responsáveis conseguem analisar facilmente as informações e tomar decisões mais rapidamente. Esta maior agilidade é fundamental, pois permite que problemas sejam sanados antes de gerarem impactos e que oportunidades de negócios sejam mais bem aproveitadas. Com os relatórios gerados por essas ferramentas os gestores conseguem ter uma visão ampla do negócio e estar sempre um passo à frente de seus concorrentes.

Na sua empresa, você já utiliza relatórios para tomar decisões mais assertivas? Como faz para coletar dados precisos e confiáveis? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2 comentários em “Como gerar relatórios para melhorar a tomada de decisão

Deixe uma resposta