Como montar um plano de negócios

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Numa empresa, assim como na vida de qualquer um, nada funciona se não houver planejamento. Por exemplo, para fazer uma viagem de fim de ano, é preciso se programar com antecedência, definir a data, o destino, pesquisar preços. A mesma ideia vale para o mundo dos negócios: colocar no papel tudo o que se pretende fazer em determinado empreendimento permite que possíveis erros possam ser identificados antes que se transformem em prejuízos na vida real.

Antes de abrir sua empresa, elabore um plano de negócios, tentando levar em conta os seguintes aspectos:

– Ramo de atividade da empresa: procure descrever os serviços e produtos que serão oferecidos pela empresa e faça um levantamento de quem são os concorrentes e seus potenciais clientes

– Fornecedores: quem vai fornecer os materiais ou serviços necessários para o funcionamento da empresa?

– Equipe: quem vai trabalhar na empresa e qual será o custo trabalhista? Haverá necessidade de contratação de funcionários desde o início?

– Aspectos legais e tributários: com a ajuda de um contador ou de um advogado, especifique quais tributos precisarão ser pagos pela empresa, e veja também se o empreendimento conta com todos os alvarás e licenças necessárias para a sua operação

– Fonte de recursos: de onde virá o investimento inicial para que a empresa seja aberta? Apenas o capital dos sócios será suficiente, ou será preciso buscar financiamentos externos, ou mesmo outros investidores?

– Projeções: Antes de colocar a empresa para funcionar, é preciso estimar qual o retorno financeiro que ela irá proporcionar aos sócios. Qual é o faturamento esperado no primeiro ano de operações? Quanto tempo levará para que a empresa tenha lucro, e mais importante, os sócios podem efetivamente abrir mão de suas remunerações até que esse lucro comece a aparecer?

É importante que todas essas perguntas sejam respondidas com base em informações confiáveis. Por isso, recomenda-se que, antes de mais nada, se faça uma pesquisa detalhada sobre o setor de atuação da nova empresa, a fim de identificar os principais riscos e oportunidades.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn