Expansão da Sage

Sage | Continuação do bom desempenho e do crescimento empresarial

Em 2016, a Sage pode superar as metas e conquistar um espaço ainda maior no mercado. E como compromisso com os nosso clientes, compartilhamos aqui os nossos índices de crescimento empresarial durante todo o ano. Confira!

Crescimento empresarial | Forte desempenho

  • Obtido crescimento orgânico nas receitas de 6,1% (exercício de 2015: 6,0%) e a maior taxa de crescimento de receita recorrente em uma década, com 10,4% (exercício de 2015: 9,0%);
  • Crescimento de 32,3% (exercício de 2015: 28,9%) na assinatura de software, de acordo com a transição planejada e a redução calculada de 8,5% (exercício de 2015: redução de 0,7%) na receita do setor de software e serviços relacionados;
  • Os clientes adotaram um relacionamento mais próximo para as assinaturas, com aumento de 46% nos contratos de assinatura de software para mais de um milhão (exercício de 2015: 690.000) e aumento no índice de retenção para 86% (exercício de 2015: 84%);
  • Crescimento acelerado nas receitas da Europa, África e Brasil; pior desempenho na Ásia (uma alteração legislativa extraordinária no ano anterior); crescimento na América do Norte consistente com o ano anterior;
  • Conversão de liquidez subjacente a 100%, oferecendo suporte ao fluxo de caixa livre de £ 254 milhões e alta de 8% no dividendo anual, para 14,15 p.

“Apesar dos momentos turbulentos pelos quais a economia brasileira tem passado, a Sage Brasil conquistou dois dígitos de crescimento orgânico, 12%, fortemente impulsionado pela aquisição de novos clientes. O principal motivo para este ano bem-sucedido foi a fantástica atitude e o espírito de equipe de nossos colegas no Brasil. Todas as áreas de negócios contribuíram para tal desempenho, somando mais de 50 mil novas assinaturas de clientes a nossa base. Além de forte crescimento na aquisição de novos clientes, também pudemos melhorar significativamente o nível de qualidade de nossos serviços e a satisfação dos clientes. Nossa equipe no Brasil está mais forte do que nunca e totalmente alinhada à Sage. Assim, acreditamos que o FY17 será outro marco importante em direção a nossa ambição. Estamos empolgados com a atividade da Sage Foundation no Brasil, é uma iniciativa maravilhosa da Sage que nos deixa muito orgulhosos”, afirmou Jorge Santos Carneiro, presidente da Sage Brasil e América Latina.

 

RESUMO FINANCEIRO1 EXERCÍCIO 2016 EXERCÍCIO 2015 Alteração
Receita orgânica £ 1,567 bilhão £ 1,477 bilhão +6,1%
–       Receita recorrente £ 1,092 bilhão £ 989 milhões +10,4%
–       Receita de processamento £ 204 milhões £ 192 milhões +6,1%
–       Receita do setor de software e serviços relacionados £ 271 milhões £ 296 milhões -8,5%
Lucro operacional orgânico £ 427 milhões £ 391 milhões +9,2%
Margem de lucro operacional orgânico 27,2% 26,5% +70 pontos base
 
Resultados por participação (EPS) subjacentes básicos 27,8 p 25,5 p +9,0%
Conversão de liquidez subjacente 100% 106% -6,0%
Dividendo ordinário por participação 14,15 p 13,10 p +8,0%
RESUMO JURÍDICO EXERCÍCIO 2016 EXERCÍCIO 2015 Alteração
Receita £ 1,569 bilhão £ 1,436 bilhão +9,3%
Lucro operacional £ 300 milhões £ 297 milhões +1,1%
Lucro antes de impostos £ 275 milhões £ 276 milhões -0,4%
Resultado por participação (EPS) básico 19,28 p 18,11 p +6,4%
  1. Lucro operacional orgânico declarado antes dos itens não recorrentes (custos excepcionais). Salvo indicação em contrário, todas as medidas de crescimento de receita mencionadas no relatório do diretor executivo são indicadas em base orgânica de câmbio constante. Consulte o Apêndice II, disponível na página 18, para obter informações sobre as medidas em desacordo com os princípios contábeis, e a observação 3 das demonstrações financeiras para obter informações sobre os itens excluídos do lucro operacional subjacente.

Transformação empresarial

  • A transformação continua no rumo certo, e progredimos no ano fiscal de 2016 com uma margem operacional orgânica prevista de 27,2% (exercício de 2015: 26,5%) para o ano;
  • A Fase 1 da transformação foi concluída:
  • As despesas gerais e administrativas com relação à receita foram reduzidas para 16,5% (exercício de 2015: 18,7%);
  • Economia anual de £ 51 milhões em despesas gerais e administrativas, valor que foi reinvestido em funções de vendas e marketing voltadas para o mercado e um custo excepcional de £ 110 milhões, reconhecidos no exercício de 2016 (£ 76 milhões dos quais estão associados à economia em despesas gerais e administrativas);
  • A equipe de gestão sênior já está pronta para impulsionar a próxima fase da transformação.
  • A Fase 2 da transformação será iniciada no exercício de 2017:
  • Maior foco na aquisição de novos clientes através de lançamentos de produtos inovadores e aprimoramento contínuo da experiência do usuário;
  • Investimento contínuo no crescimento através de vendas e marketing: ampliação de nossas Centrais Empresariais ao Cliente (Customer Business Centres, CBC) para oferecer serviços, vendas e marketing digital integrados;
  • Economia de custos anual de pelo menos £ 50 milhões para o exercício de 2017, identificada com recuperação de investimento de menos de dois anos.

Sucesso em nossa estratégia de tecnologia

  • Aumento de 81% nas assinaturas pagas do Sage One, para 313.000 assinaturas. Aumento de 54% na receita anual do Sage One;
  • Crescimento de 18% na receita do X3 no ano e aumento de 25% no número de clientes pagantes;
  • Lançamento em dois países, em fevereiro de 2016, do Sage Live, considerado o produto mais inovador de 2016 pela Salesforce.com;
  • As contas do Sage 50 apresentaram um crescimento de três dígitos na receita de assinaturas orgânicas no Reino Unido, Estados Unidos e Canadá;
  • Entrega do produto ao mercado e inovação de nuvem do Sage 50, 100 e 300;
  • Lançamento do Sage Pegg com usuários em 125 países, o primeiro Chatbot para um mecanismo de contabilidade.

Stephen Kelly, CEO da Sage, comentou:

“No exercício de 2016, a Sage deu continuidade a seu compromisso de bom desempenho e transformação, estabelecido em junho de 2015 no Capital Markets Day. O crescimento de receita orgânico de 6% foi impulsionado pela receita recorrente de qualidade superior, com a taxa de crescimento mais rápida da década. A estratégia está funcionando: os clientes estão adotando relacionamentos mais próximos com a Sage, o que é comprovado pelo aumento de 46% no número de contratos de assinatura e pela taxa de retenção de contrato de 86%.

A Fase 1 do programa de transformação foi concluída com êxito. Para a Fase 2, garantimos as principais equipes de gestão, processos e cultura para oferecer o melhor ecossistema de tecnologia aos nossos clientes: os criadores de negócios que impulsionam a economia mundial, criando empregos, crescimento e prosperidade. A Fase 2 da transformação continuará sendo não linear e concentrando-se em promover mais inovação em tecnologia, com maior foco na aquisição de novos clientes, além de continuar aprimorando a execução da estratégia para Criadores de Negócios. Já estamos começando a ver a Sage promover inovação, com um DNA mais voltado ao cliente e colegas fazendo a diferença em todas as nossas comunidades por meio da Sage Foundation.

Para o exercício de 2017, o segundo ano fiscal de nossa transformação, nossa orientação anual para o ano fiscal de 2017 é de pelo menos 6% de crescimento de receita orgânico e pelo menos 27% de margem operacional orgânica. Continuaremos reforçando os investimentos em crescimento no primeiro semestre de 2017, em conformidade com nossa execução do último ano. Portanto, antecipamos um segundo semestre com maior crescimento e ritmo acelerado para finalizar o exercício de 2017.”

Sobre a Sage

A Sage começou como um pequeno negócio há 30 anos atrás no Reino Unido e agora apoia a ambição de milhões de empreendedores pelo mundo. Hoje, ela é líder no mercado de sistemas de pagamento, contabilidade integrada e folha de pagamento.

Como parte da FTSE 100, a Sage reinventa e simplifica a gestão das empresas com ouso de tecnologia brilhante, trabalhando com uma próspera comunidade de empresários, contadores, parceiros e desenvolvedores.

No Brasil, a Sage chegou em 2012 através da compra das empresas EBS, Folhamatic, IOB e Cenize. Atualmente, oferece uma completa gama de sistemas fáceis de usar, que permitem maior liberdade, segurança e eficiência na administração de empresas e escritórios contábeis.

 

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Um comentário em “Sage | Continuação do bom desempenho e do crescimento empresarial

Deixe uma resposta