Controlando suas finanças pessoais – Crédito Consignado

Você sabe o que é Crédito Consignado?

O consignado é um tipo de empréstimo totalmente vinculado ao seu salário. As parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento e o limite máximo de crédito que pode ser contratado tem a ver com a sua remuneração mensal. Se você ganha R$ 3 mil e a parcela do seu consignado é de R$ 300, passará a receber R$ 2,7 mil por mês até que o empréstimo seja quitado.

 

Vantagens:

✓  Uma das menores taxas de juros do mercado;

O crédito de consignado é uma das opções de crédito mais vantajosas que existem. Como a parcela é descontada diretamente do salário, o risco de inadimplência é muito baixo e, assim, os bancos sentem-se mais seguros para cobrar juros menores.

Mas isso não significa que é para liberar geral, ok? Lembre-se sempre de que a melhor opção de financiamento para suas compras é não fazer qualquer financiamento. Guardar dinheiro e pagar à vista tende a ser a melhor escolha na maioria das situações. Se não for urgente: espere para comprar! Roupas, sapatos, acessórios para carros e celulares e jogos de videogame quase nunca são urgências! Dá até para arriscar que, na maioria das vezes, são impulsos, os piores inimigos do planejamento financeiro.

✓  Nome sujo não é impedimento.

Essa talvez seja uma das únicas formas de crédito acessíveis para quem já é inadimplente. Para liberar o crédito consignado, os bancos não consultam os órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa e o SPC, como acontece na maioria das outras modalidades de crédito. Mas aí vem um alerta para o bom senso: se você já está endividado, é bom pensar dez vezes antes de contratar mais um empréstimo.

 

Desvantagens:

✓  Data de vencimento inflexível;

Não é possível alterar a data de cobrança das parcelas, uma vez que elas estão vinculadas à data de recebimento do seu salário. Ao contrário do que acontece em outros tipos de dívidas, você não vai conseguir escolher a melhor data de débito para você.

✓  Crédito condicionado à carteira assinada.

Trabalhadores autônomos ou terceirizados não têm acesso a essa modalidade de crédito, disponibilizada somente a servidores públicos, funcionários de empresas privadas, militares e aposentados ou pensionistas pelo INSS.

 

Taxa de juro mensal:

✓  De 0,5% a 4%.

 

Você sabia que…

✓  O crédito consignado é uma ótima opção para reorganizar as finanças? Se você está sofrendo com os juros do cheque especial ou do cartão de crédito que saíram do controle, vale a pena contratar o crédito consignado, que cobra juros bem mais baixos, e quitar essas dívidas;

✓  O crédito consignado é uma das únicas opções de crédito para quem está com o nome sujo? Se seu nome entrar no cadastro de inadimplentes do SPC e do Serasa, pode saber que será muito difícil conseguir mais crédito no mercado até que você regularize sua situação (pague as dívidas atrasadas ou renegocie);

✓  A parcela do crédito consignado não pode ultrapassar 30% do seu salário? Esse, aliás, também é o limite máximo de endividamento recomendado pelos especialistas;

✓  O prazo máximo de financiamento pelo crédito consignado é de 60 meses (cinco anos)?

✓  Janeiro costuma ser o mês em que as pessoas mais procuram o crédito consignado? (Material escolar, matrícula, IPVA, IPTU, seguro do carro… ufa!)

 

Para saber mais:

✓  Em um buscador de sua preferência, digite consignado + [nome do seu banco]. As grandes instituições financeiras possuem uma página dedicada exclusivamente a essa modalidade de crédito;

✓  O Procon preparou uma cartilha sobre crédito consignado direcionada especialmente a aposentados e pensionistas. Acesse aqui;

✓  O Ministério da Previdência Social divulga as taxas de juros cobradas por todos os bancos no empréstimo consignado para aposentados e pensionistas. Confira aqui;

✓  Para funcionários e servidores públicos, as informações sobre os juros cobrados são divulgadas mensalmente em um relatório do Banco Central. Acesse aqui.

 

Referências

Banco Central
http://www.bcb.gov.br

Guia Empréstimos
http://guiaemprestimos.com.br

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn