Software para controle de estoque

Controle de estoque depende da venda diária, atuação e sazonalidade

O controle de estoque é uma das tarefas mais desafiadoras em uma empresa. É um trabalho que exige sintonia fina entre a média diária de vendas, o tempo entre novos pedidos e a entrega de mercadorias e o fluxo de caixa para reposição do estoque.

Uma empresa que vende, em média, vinte unidades de um produto por dia, deve ter em estoque diariamente pelo menos essas vinte unidades. Se um dia a empresa tiver apenas 17 unidades em estoque, significa que poderá perder três vendas. Em um dia atípico, pode haver procura por 22 unidades. Neste caso, a empresa também corre o risco de perder vendas por não ter os produtos para oferecer.

Como calcular a quantidade de produto em estoque

O contrário também pode acontecer. Uma empresa que vende em média 20 unidades por dia pode ter variações para baixo e, assim, ficar com mais itens do que o previsto guardados.

A questão, portanto, é como calcular a quantidade adequada de produtos para manter em estoque. A primeira informação a ser observada é quanto tempo demora entre o pedido e a entrega das mercadorias. Se a empresa precisa fazer o pedido três dias antes de receber a reposição de mercadorias, deve ter em estoque o volume de três dias de venda. O ideal, no entanto, seria ter em estoque o correspondente a quatro dias de venda porque imprevistos e atrasos na entrega podem acontecer.

Nível de controle de estoque por empresa

O nível de controle estoque de uma empresa depende, porém, do setor em que a empresa atua. No caso de um supermercado, em que a maioria dos produtos vendidos são perecíveis, o estoque deve ser mais próximo da média diária de vendas para não haver desperdício de itens que fiquem fora da validade. No caso de empresas em que os produtos não são perecíveis, como uma livraria ou uma sapataria, existe a possibilidade de manter o estoque maior.

Software de gestão empresarial

Ferramenta para controle de estoque

O Sage Start, software de gestão empresarial, possui um módulo exclusivo para o controle de estoque. Ele ajuda empresas de todos os setores a gerenciar seus estoques com sistema integrado aos setores financeiro e comercial.

Estoque e sazonalidade

As empresas devem levar em conta, também, a sazonalidade dos produtos. Na venda de peças de vestuário, calçados e acessórios, a mudança de coleção vai determinar quanto tempo o estoque deve durar. As lojas que trabalham com moda devem levar em conta que as coleções mudam, no mínimo, duas vezes por ano, para venda de produtos de outono-inverno e depois de primavera-verão. As promoções muito prolongadas da coleção anterior indicam que a empresa exagerou na formação de estoques.

Portanto, ao decidir a quantidade de itens para manter em estoque, leve em consideração o seu setor de atuação, a sazonalidade dos seus produtos e a média de vendas de cada uma das suas lojas. Assim, sua empresa evita perder vendas ou ficar com produtos encalhados.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn