Controle de Estoque: dicas para organizar diversos almoxarifados

Ter clientes batendo na sua porta atrás de seus produtos e ver que o volume estocado não é suficiente para atender a todos é motivo de grande frustração. Por outro lado, manter grandes quantidades de sua mercadoria nos almoxarifados nada mais é do que um desperdício de recursos. Por isso, o controle de estoque é uma atividade crítica para o sucesso de uma empresa. Veja algumas dicas para otimizar esse processo:

– Estoque é dinheiro: à primeira vista pode parecer correto manter um elevado nível de estoque, apenas para não correr o risco de perder uma venda. A questão é que mercadoria parada é um custo para a empresa, já que muito dinheiro foi investido na produção de cada item, como também os gastos com sua armazenagem não podem ser desprezados. Um bom controle de estoque deve ser balanceado, sem que haja sobras excessivas ou falta de produtos.

– Padronize as descrições dos seus items: por mais que sua linha de produtos seja diversificada, procure ser objetivo ao dar nome para cada um de seus produtos. Não corra o risco de dar nomes diferentes para o mesmo produto para não acabar sem saber exatamente o que está guardado no seu almoxarifado.

– Acompanhe o ritmo das vendas: o controle de estoque é um processo dinâmico, ou seja, necessita de constante acompanhamento. Um produto que é um sucesso de vendas hoje pode acabar perdendo seu apelo comercial depois de alguns meses. Por isso, mantenha um registro atualizado das suas vendas e ajuste o nível do estoque de acordo com suas variações.

– Atenção ao giro do estoque: preste atenção ao tempo que cada produto passa no seu estoque. Mercadorias esquecidas num canto do depósito podem ser aproveitadas numa liquidação ou em alguma outra ação de marketing. Às vezes, é melhor vender a mercadoria por um preço um pouco mais baixo do que continuar com seu investimento preso num item esquecido eternamente no seu estoque.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn