Coworking vale a pena? E Home Office?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Nos últimos anos, escritórios de coworking se tornaram muito populares em todo o mundo, oferecendo oportunidades e camaradagem instantâneas, bem como o benefício intangível do que pode ser chamado de “descobertas oportunas”: uma multidão de encontros inesperados, difíceis de recriar nas configurações tradicionais de um escritório e que proporcionam visões de valor para os novos negócios.

Já o modelo denominado Home Office é um dos grandes temas quando o assunto é trabalho no futuro. Algumas organizações oferecem aos funcionários a oportunidade de trabalhar em casa alguns dias por semana. Isso permite medir o impacto sobre o resultado do trabalho e evitar alto risco para a organização.

Mas como esses modelos funcionam? Qual é o ideal para a minha empresa? Coworking ou Home Office?

O que é coworking?

Coworking é um modelo de provisão de serviços empresariais que envolve indivíduos trabalhando de forma independente ou em colaboração em um espaço de escritórios compartilhado. O usuário típico de um coworking é o trabalhador independente ou um microempreendedor individual.

Um ótimo espaço de coworking é uma coleção de mentes inspiradas pela marca que os uniu. Como membro, um usuário se beneficia da marca que criou o espaço, o ethos que ele aspira e as pessoas que atrai. Portanto, não é só um ótimo espaço que oferece ideias, mas a colaboração também pode servir de inspiração à iniciação de novos negócios.

As comodidades disponíveis em diferentes espaços de coworking variam de Wi-Fi e café gratuitos a espaços que oferecem seminários semanais com convidados de alto nível e funcionários compartilhados, como recepcionistas e faxineiros, além de salas para reunião com clientes. Mas as trocas não estruturadas que ocorrem ao redor da máquina de café são as comodidades reais. O conhecimento e a experiência de seus pares e pequenas interações informais em torno da impressora podem desencadear novas ideias.

Quer contratar um designer? Precisa de uma nova maneira de elaborar uma folha de pagamento? Procurando conselhos sobre um contrato de emprego? É possível encontrar uma experiência valiosa a apenas alguns metros de distância, o que pode poupar horas de frustração gasta pesquisando e reinventando a melhor solução.

A flexibilidade também é importante à medida que um negócio cresce. Os espaços de coworking podem acomodar muitas mudanças no tamanho da sua equipe e não requerem um compromisso firme com um contrato de aluguel de um ano como a maioria dos espaços comerciais. Os espaços de cooperação oferecem aos membros a possibilidade de alugar o espaço por opções que vão desde um passe diário de inscrição até uma associação mensal ou anual que permitem fazer mudanças no tamanho da sua equipe — ou mesmo uma mudança na localização — sem maiores problemas.

O que é Home Office?

Quem é empreendedor e quer permanecer com uma empresa enxuta, cortar custos ou testar a viabilidade de uma ideia, pode abrir sua empresa em casa e começar a trabalhar.

Já quem é colaborador de uma empresa depende de uma série de fatores para ser candidato ao Home Office. Em primeiro lugar, a empresa deve possuir um programa que permita o trabalho remoto. Além disso, nem todo trabalho pode ser realizado à distância: algumas atividades precisam de interação presencial ou dependem de equipamentos que não podem ser usados longe do ambiente empresarial (por não serem portáteis ou por serem sigilosas).

O Home Office é um benefício que seduz e uma boa maneira de atrair e reter os melhores talentos. O conceito de “Home Office” pode ser inserido no âmbito do teletrabalho. O teletrabalho refere-se à eliminação da necessidade de ir regularmente à uma estação de trabalho física. É mais flexível por permitir que o empregado trabalhe remotamente de maneira mais eficiente e mais produtiva. Na abordagem do Home Office, a casa torna-se a infraestrutura física do escritório. Assim, esse modelo de trabalho permite ao funcionário trabalhar de casa sem a necessidade de se deslocar de um lugar para outro.

Este sistema é ideal para pessoas que trabalhem em áreas remotas, lugares com tráfego pesado, programadores, consultores ou supervisores. A incorporação do Home Office dentro da estratégia de negócios dá excelentes resultados em termos de eficiência. Não só significa menores custos para a empresa (infraestrutura e manutenção), mas também aumenta a produtividade dos funcionários permitindo a melhoria da sua qualidade de vida.

E você? Quer saber mais sobre o assunto? Compartilhe suas dúvidas com a gente!

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário