Cultura de inovação para a empresa: como desenvolver?

Ser um empreendedor na era moderna onde a internet e as redes sociais praticamente ditam as regras comportamentais e tendências de consumo, pode ser um verdadeiro desafio para as mentes mais tradicionalistas, não é mesmo? Afinal, em nenhuma era falou-se tanto em inovação como as pessoas falam atualmente. Notícias sobre o que está acontecendo no outro lado do planeta podem ser acessadas em tempo na palma de sua mão, através da tela de um celular.

Isso significa que as empresas que não estiverem abertas a praticar a inovação em sua empresa, podem acabar determinando o fechamento de suas portas em um curto período, pois sem acompanhar o mercado moderno, dificilmente podem garantir sua sobrevivência. Continue lendo para entender o que é cultura de inovação para a empresa e como desenvolvê-la.

O que é cultura de inovação?

Pense em sua empresa como uma máquina. Ela pode funcionar por muitos e muitos anos seguidos sem apresentar falhas ou problemas de desempenho. Entretanto, com o passar do tempo, sem manutenção adequada ou atualizações, ela não só vai se tornar ultrapassada, como pode vir a “enferrujar”. Outras máquinas mais modernas vão começar a fazer o que ela faz, mais rápido e de forma mais eficiente.

Seguindo esta linha de raciocínio, entenda que uma empresa pode até apresentar bons resultados e um ótimo desempenho durante um período por estar utilizando uma determinada estratégia, mas é preciso ter conhecimento de que o mundo muda e se atualiza o tempo inteiro e consequentemente, os consumidores também. Sem assimilar e praticar a Cultura de Inovação, essa empresa não consegue acompanhar valores, princípios e conceitos mais atuais sobre gestão empresarial e o seu modelo de negócios se torna obsoleto.

Como desenvolver uma Cultura de Inovação?

Esteja sempre em busca de conhecimento

Conhecimento nunca é demais. Esteja sempre em busca de novas informações, seja criativo até na forma de obter estas informações. Portanto, para inovar na empresa:

  • Leia livros;
  • Aprenda com filmes;
  • Vá a palestras;
  • Contate outros profissionais do setor;
  • Faça cursos.

O importante é praticar a inovação e manter-se rico em informações para jamais ser pego de surpresa por qualquer desafio e, é claro, saber aproveitar todas as oportunidades que baterem à porta de sua empresa.

Seja apaixonado pelo que faz

Você pode ser bom no que faz se investir em conhecimento e buscar aprimorar suas habilidades, mas você jamais será bem-sucedido de verdade se não for apaixonado pelo que faz. Independente de qual seja o setor de atividade de seu negócio ou quais sejam suas funções, é muito mais fácil se comprometer a buscar os melhores resultados quando se tem a paixão como incentivo.

Seja um profundo conhecedor de seu público

Se você desejar inovar, deve ficar atento ao comportamento do consumidor moderno. Diferente de como era antigamente, o público-alvo de um determinado produto é muito mais exigente em termos de inovação.

As pessoas vivem na era da internet e das redes sociais, comportamentos mudam constantemente e novas tendências são estabelecidas quase que todos os dias. Empresas que insistem no tradicionalismo antiquado acabam se tornando obsoletas. Portanto, conheça o seu público, ouça o que ele tem a dizer e pense em como a inovação pode solucionar seus questionamentos. Fique atento ao mercado e às mídias: ambos ajudam você a observar exatamente o que seu público-alvo espera.

Crie um ambiente criativo e valorize as ideias

Incentive e estimule sua equipe a ter ideias, afinal, para se inovar na empresa, você não pode ser o único a ter esta linha de raciocínio, correto? Crie um ambiente onde a criatividade seja estimulada e as ideias possam surgir naturalmente.

Uma ótima forma de estimular a equipe a ter ideias é valorizá-las através de premiações. É claro que as ideias precisam fazer sentido e viabilidade no momento de sua execução, afinal, a empresa tem que alinhar criatividade com funcionalidade. Mas dê ouvidos à sua equipe e você vai perceber que até sua produtividade ganhará novos contornos, pela valorização e reconhecimento.

Mantenha a mente aberta para toda possibilidade de inovação

Você precisa analisar todos os dias sua empresa para observar o que pode ser melhorado, quando e como. Opções inovadoras surgem todos os dias e nos habituamos a deixá-las passar. Mas eduque seu olhar para perceber todas as novas ideias e pensar: em que isso pode ser benéfico para meu negócio? Aliás, o melhor seria que praticar a inovação estivesse entre as metas de seu planejamento estratégico!

São exemplos de algumas inovações que vêm trazendo muita ajuda e melhoria de desempenho para as empresas:

  • Os organizadores de fluxo de trabalho, que ajudam a monitorar e distribuir tarefas entre equipes, minimizando a perda de tempo e o retrabalho;
  • A Cloud Computing, que permite que seus arquivos e softwares estejam acessíveis de onde quer que esteja, seja pelo notebook ou dispositivos móveis;
  • A internet das coisas, que busca integrar tudo à grande rede e aumenta muito a possibilidade de rendimento do trabalho;
  • A criação, pelo Governo, das Notas Fiscais Eletrônicas, eliminando o fluxo de papel e desburocratizando a emissão dos documentos. Além delas, os softwares emissores de Notas Fiscais, que promovem organização e integração das atividades, facilitando — e muito — o trabalho dos departamentos financeiro e contábil.

Não tenha medo de cometer falhas

Os maiores empreendedores do mundo possuem uma história equilibrada entre acertos e falhas. Ou seja, nem todas as suas atitudes resultarão necessariamente em jogadas de sucesso empresarial. Cometer falhas é humano, é aceitável e saber como reagir a elas é o que faz a diferença entre empreendedores de sucesso e empreendedores dos quais você jamais irá ouvir falar.

Você também tem buscado meios para praticar a inovação na sua empresa? Então siga a Sage nas redes sociais para se manter atualizado sobre os conceitos mais modernos sobre gestão empresarial.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

3 comentários em “Cultura de inovação para a empresa: como desenvolver?

Deixe uma resposta