empreenderorismo-feminino

Empreendedorismo feminino: histórias e exemplos de bons negócios

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Em razão da não absorção da mão de obra, de salários menores que os oferecidos aos homens, da nova ordem econômica mundial globalizada e em constante modificação, as mulheres têm buscado diversificar as maneiras de trabalhar e sustentar suas famílias. As brasileiras têm alcançado maior índice de escolaridade, e têm se destacado na participação ativa na economia, com ótimas ações de empreendedorismo feminino.

Ainda que, muitas vezes, sem o vínculo com ações profissionais formalizadas, sem ou com pouca orientação para a gestão do seu negócio, as mulheres vão se apoderando e construindo suas realizações, que um dia tiveram em mente como um sonho, e colocam tudo em prática, e procuram acreditar que vai dar certo, e fazem tudo para que dê certo, realmente. Neste artigo, veja exemplos de mulheres que tem se tornado brilhantes empreendedoras.

Empreendedorismo feminino

Empreendedorismo é a capacidade de buscar realizar sonhos, buscar se tornar independente, produzir aquilo que sonhou, que idealizou, transmitindo credibilidade às ações e inspirando outras pessoas. O empreendedorismo faz parte do universo feminino, não importa se a mulher é manicure, diarista, cientista, astronauta, engenheira ou dona de casa. Buscando as informações corretas, com pensamento positivo, acreditando em suas competências, com otimismo e mantendo a crença de que o sucesso vem e é merecido, é possível empreender e ser feliz, mesmo acumulando funções, como a maioria das mulheres de hoje.

Sonia Hess

Hoje em dia, encontramos mulheres que servem de exemplo, que são verdadeiras inspirações, gerindo negócios de sucesso, como uma mulher do interior de Santa Catarina, que transformou a camisaria de seus pais na maior do país. Sonia Hess, ainda menina, viu sua mãe, Dona Lina assumir o controle de uma pequena camisaria diante de uma crise financeira. Depois, em meio a 11 irmãos homens, Sônia deu continuidade aos negócios e transformou a camisaria do Seu Duda e da Dona Lina na maior exportadora de camisas do Brasil. A Dudalina.

Zica Assis

Outro exemplo de sucesso, Zica Assis, uma das proprietárias do Beleza Natural, o primeiro instituto especializado em cabelos crespos e ondulados do Brasil, há mais de 20 anos, começou a misturar produtos a fim de encontrar uma fórmula eficaz para transformar seus cabelos rebeldes em cachos macios. Os incontáveis testes fizeram uma salinha pequena receber filas de clientes.

Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano nasceu no interior de São Paulo e seguiu o exemplo da tia empreendedora. Como vendedora iniciou seu trabalho aos 12 anos porque almejava poder presentear as pessoas queridas no Natal. Trabalhou, vendeu e conseguiu. Não parou mais. Hoje, o Magazine Luiza é hoje uma das maiores lojas de varejo do país.

Madalena Rodrigues

Madalena Rodrigues é outra empreendedora de sucesso. Jornalista durante 17 anos deixou aflorar seu espírito empreendedor e resolveu vender as panquecas que preparava e que era motivo de elogios dos filhos e dos amigos. Depois de comprar uma chapa usada, abriu uma creperia. Hoje, 20 anos depois, a Crepe Au Chocolat, na Capital Federal, conta com mais de 80 funcionários, entre as três lojas, com mais de 50 opções de recheios de crepe e é Top of Mind em Brasília por vários anos consecutivos.

Ana Lúcia Luz

Ana Lúcia Luz é uma empreendedora que fazia tapetes em casa e agora fatura cerca de R$ 900 mil por mês. Começou a trabalhar com tear manual em 1988, em São Pulo, confeccionando tapetes rústicos. Hoje em dia, ela comanda o Studio Trama, com o marido e os filhos. O grupo engloba as marcas Aroeira, Greenleaf e Emporium A, todas com artigos para casa e decoração.

Claro que há belos exemplos em cada canto deste país e desse mundo. Ser empreendedor não é se tornar gigante. Ser empreendedor é realizar o seu sonho, com dedicação e firmeza de propósito, não importa o tamanho do sonho.

E você, já pensou em empreender? Conte sua experiência. Deixe a sua opinião a respeito.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta