comunicacao-organizacional

5 erros de comunicação organizacional para evitar

Para que as ideias cheguem de maneira esperada é importante contar com o envolvimento e motivação dos colaboradores. Dessa forma, é possível construir uma comunicação eficiente, independente da área de atuação e o porte da empresa. Para ajudar nesse momento, preparamos esse pequeno artigo que visa elucidar os principais erros cometidos na comunicação organizacional.

Comunicação organizacional para empresas

Mesmo com o empenho de profissionais e gestores em manter a boa comunicação organizacional na empresa, são comuns a adoção de práticas equivocadas e erros que se não forem acertados podem comprometer processos. As falhas começam com a má interpretação e podem gerar a perda de informações e/ ou informações desencontradas. Fuja dos enganos que nós separamos abaixo:

1. Distanciamento dos funcionários

Foi-se o tempo que as empresas tinham uma estrutura unicamente corporativa. Atualmente, operações cada vez mais humanizadas é que estreitem a relação entre a empresa e seus colaboradores. Daí, a necessidade de evitar excesso de formalidade. Ao contrário, a comunicação deve ser mais a aberta e informal possível. Quanto mais simples e direta mais fácil será a assimilação das informações sobre o negócio. Também se evita falhas na interpretação e maior compreensão dos objetivos estratégicos, aumentando a motivação e diminuindo conflitos, que podem processos simples em algo complexo.

2. Falta de canais diretos de comunicação

Todos os níveis da organização precisam de um canal direto de comunicação, independente se é online, offline ou intranet. É importante garantir que os canais existam, sejam utilizados de forma eficazes. Dessa forma, a empresa e seus colaboradores se beneficiam mutuamente.  Elas podem dialogar trocar ideias, resolver questionamentos e aumentar a frequência. Além disso, os envolvidos se tornam mais motivados e engajados, permanecendo mais interessados na proposta da empresa que trabalham.

3. Resistir as mudanças e recursos inovadores

Estar aberto a novas formas de se comunicar e tratar as tendências de forma proveitosa é a chave para atender clientes e engajar os colaboradores. A empresa não pode parar no tempo e sim aceitar as mudanças para não perder mercado. Além de dinamizar processos, apresentar inovações modifica o comportamento dos envolvidos, em especial os profissionais ligados a modernidade.

4. Controle excessivo das redes sociais

Liberar o acesso às redes sociais é um dilema presente em diferentes segmentos com a justificativa de que perder a produtividade dos funcionários por conta das distrações. Restringir totalmente nem sempre é uma boa opção, principalmente, quando as redes podem ser usadas como fonte de pesquisa e comunicação.

O ideal é liberar um período para que o funcionário possa utilizar a sua rede social e em seguida retornar as suas atividades. Dependendo da maturidade, as redes sociais corporativas podem ser usadas para a interação com funcionários. É possível compartilhar informações, fazer ligações rápidas, conversar via chat, implementar conceitos do trabalho de forma orgânica e produtiva, sem a formalidade dos meios convencionais. A prática aumenta a sinergia e proporciona uma maior troca de experiências.

5. Não ouvir os colaboradores

Talvez esse seja o maior erro, uma vez a comunicação é uma via de mão dupla, ou seja, a palavra não deve ser apenas disseminada entre os funcionários. É preciso dar a chance de que eles possam opinar se expressar e receberem atenção da corporação. Portando, crie e estimule canais internos para receber sugestões, reclamações, ideias e denúncias. O diálogo constante entre as partes dinamiza soluções para todas as necessidades.

Como a sua empresa está cuidando da sua comunicação organizacional? Saiba mais acessando nosso site e comente o que achou desse post.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário