Está na hora de expandir sua empresa?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Conseguir a estabilidade do seu negócio é uma grande conquista. Mas, por mais que seja merecido comemorar esse feito, a ocasião não deve ser pretexto para relaxar e apenas deitar nos louros. O momento é, sim, de refletir sobre o futuro!

Qualquer empresário que se encontre neste tipo de situação ou queira se preparar para quando essa hora chegar,  precisa se fazer algumas perguntas. Descubra o que deve ser considerado antes de partir para a expansão da sua empresa.

Será que é hora?

A primeira pergunta que você deve se fazer nessa encruzilhada é bem simples: uma expansão dos meus negócios realmente traria benefícios para mim? O ponto é descobrir se aumentar os negócios traria lucros, se melhoraria sua qualidade de vida, ou se os ganhos que são gerados no momento já bastam, por ora.

Pode ser um pouco difícil de se chegar à resposta. Isso porque você deve avaliar quais são os fatores do seu sucesso – o que não é simples, pois certamente se ancora em múltiplos aspectos.

Suponhamos que você tenha um tipo de negócio que atenda a um público-alvo restrito, mas fiel. É ele que garante o seu lucro. Logo, sua base não está tanto num número avantajado de clientes, mas na recorrência com que fazem negócios com você. Em casos assim, provavelmente não vale a pena se expandir: você gastaria recursos, mas acabaria sem conseguir aumentar de forma proporcional as vendas, pois seu público é bem específico, pelo menos por enquanto.

Público crescente

O mais importante de se considerar para expandir os negócios é, portanto, o público – mais até do que os recursos que você tem em caixa. Se você visualiza um público para além dos seus domínios atuais, pode ser hora de aumentar sua empresa.

E, para isso, nem é necessário que seus negócios estejam, necessariamente, de vento em popa. Se você atuar num segmento de mercado que está passando por uma boa fase, ou que ofereça produtos e serviços que estão “na moda” (podemos citar as paletas mexicanas na atualidade), é importante considerar a possibilidade de expansão para pegar carona nessa alta. Arriscar um pouco pode ser muito bom para os rumos da sua empresa.

Ao mesmo tempo, se você tem uma base de público, deve continuar investindo nela. Não se deve expandir os negócios sem ter a certeza de que você conseguirá atender satisfatoriamente aqueles que já são seus clientes. Afinal, é mais seguro navegar por mares já conhecidos do que por outros, incertos – a chance de sucesso é menos.

Mais nem sempre é mais

É importante que você considere os custos e benefícios envolvidos. Uma expansão me faria lucrar mais? Ela me faria realmente aumentar meu público? E como ficaria minha vida? Ela será significativamente afetada por muito estresse e falta de tempo?

Essas perguntas, especialmente sobre qualidade de vida, muitas vezes são esquecidas. Lembre-se: o lucro pelo lucro de nada vale. Ele é importante se realmente te trouxer uma vida melhor e mais confortável. Basicamente, você deve pesar a sua capacidade de manter as coisas como estão e as reais possibilidades de crescimento, que vão muito além de como anda sua empresa, já que incluem o momento do mercado e o tipo de público que atende. Ao analisar esse todo, você saberá se deve ou não investir no crescimento.

Se, considerando tudo isso, você decidiu que chegou a hora de expandir, baixe grátis nosso ebook Segredos para sua empresa crescer de forma saudável e garanta que isso aconteça do jeito certo. Para aqueles que já passaram pelo processo de expansão, quais outras dicas teriam a dar? Compartilhe sua experiência nos comentários do post.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta