Fluxo de caixa ajuda a planejar descontos após o Natal

Fluxo de caixa ajuda a planejar descontos após o Natal

Passado o Natal, o comércio inicia um período de promoções e liquidações das mercadorias que não foram vendidas até o dia 24 de dezembro. A redução do preço a partir de 26 de dezembro é uma prática consolidada no varejo, mas precisa ser feita com planejamento pelo empresário. O fluxo de caixa é uma ferramenta que pode ajudar.

Existem dois motivos para realizar uma promoção. Primeiro, a empresa quer queimar o estoque para iniciar o ano com encomendas de mercadorias novas e com as novidades do setor em que atua. O segundo motivo é precisar vender mais para engordar o caixa e quitar as despesas do estoque elevado que fez nos meses anteriores, mesmo que isso signifique uma margem de lucro menor.

Nos dois casos, o controle do fluxo de caixa poderá indicar quanto de desconto a loja poderá oferecer aos seus clientes nos últimos dias do ano e em janeiro. Para isso, a empresa precisa olhar para dois dados: 1) quanto foi vendido até o Natal, pelo “preço cheio” na etiqueta, ou seja, sem descontos. A partir daí saberá quantas mercadorias sobraram no estoque. 2) Qual é a necessidade de caixa para os próximos 30 ou 60 dias, ou seja os pagamentos que precisam ser feitos nos próximos dois meses.

Uma vez definido esses parâmetros, o empresário poderá determinar a sua necessidade financeira e a disponibilidade de produtos para oferecer na liquidação. Agora basta calcular qual desconto poderá oferecer de modo que venda os produtos que sobraram e consiga pagar as despesas com um valor que atraia os clientes. O ideal é que o desconto oferecido também inclua alguma margem de lucro, mesmo que menor do que a obtida antes do Natal.

Este detalhamento será feito no fluxo de caixa, ou seja, o acompanhamento financeiro da sua empresa que deve ser diário. Em uma planilha, liste todas as contas pagas e a pagar e os valores recebidos e a receber. Assim, você saberá a necessidade de caixa da sua empresa nos próximos dias e até nos próximos meses.

 

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn