Layout 3.10: entenda as principais mudanças da nota fiscal eletrônica

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Válida em todos os Estados brasileiros desde 2005, a Nota Fiscal Eletrônica pode substituir o modelo 1 (ou A1) de notas fiscais impressas, utilizadas para documentar operações comerciais com produtos entre pessoas jurídicas. Como seu uso traz vantagens como agilidade, redução de custos e maior segurança, um número cada vez maior de empresários está optando pela versão digital de suas NFs. Mas atenção: a versão 2.0 da NF-e será desativada em 1° de Dezembro de 2014 e será preciso atualizar o sistema de emissão de notas de acordo com o leiaute 3.10.

 

O que muda?

De modo geral, as principais mudanças no layout 3.10 da Nota Fiscal Eletrônica são:

  • Leiaute único para NF-e e NFC-e, permitindo a emissão dos dois modelos de nota.
  • Autorização de download em XML para até 10 usuários (CPF ou CNJP).
  • Revisão de processos em NF-e de devolução de itens recebidos em mais de um documento de origem.
  • Solicitação de autorização compacta ou síncrona, que reduzirá tempo de processamento e uso do canal de Internet.
  • Validação do capítulo da NCM declarada nos produtos.

Para maiores detalhes, clique aqui e leia o NT2013.005 completo.

 

Como se adequar às mudanças?

Como falamos, o uso da versão 3.10 da NF-e passará a ser obrigatória em todo o Brasil já a partir de Dezembro/2014, portanto os empresários precisam se informar sobre atualizações no software de emissão de notas fiscais utilizados.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário