Mantenha Seu Faturamento Sob Controle

Toda empresa tem entre seus objetivos maximizar o faturamento, já que é da receita sobre as vendas que sairá o lucro dos proprietários, o dinheiro para custear o pagamento dos funcionários e os investimentos que podem ser feitos para expandir o negócio. Mas será que aumentar as vendas a qualquer custo é a melhor maneira de gerenciar um empreendimento?

Na verdade, não basta inflar o faturamento com grandes vendas isoladas se elas não se traduzirem em bons negócios no longo prazo. É preciso, por exemplo, conciliar a capacidade de produção da empresa com sua força de vendas – ou, em outras palavras, não se pode vender mais do que a empresa tem condições de entregar.

Esse equívoco pode levar a várias consequências danosas, como a necessidade de horas extras de trabalho por parte dos funcionários – o que significa que custos maiores vão “comer” parte dos ganhos obtidos com o aumento do faturamento – ou a incapacidade de cumprir os prazos determinados na hora da venda, fazendo com que o cliente desista de manter um relacionamento com a empresa no futuro.

Outro importante ponto a ser visto com atenção é o prazo dado para que o cliente pague por suas compras. Um grande contrato fechado é sempre motivo de comemoração, mas se o pagamento vai ser feito em várias prestações ao longo de vários meses ou anos, é importante que o gestor da companhia não comece a gastar imediatamente um dinheiro que só vai efetivamente entrar no caixa em várias parcelas ao longo de muito tempo.

De posse de todas essas informações, é possível planejar com cuidado qual a melhor estratégia de aplicar os recursos financeiros que estão sendo gerados pelo faturamento da empresa. Um software de gestão empresarial pode ser especialmente útil para o controle dessas tarefas.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn