O que considerar para abrir uma franquia?

A cada dia tem crescido mais o número de empresas que se expandem por meio do segmento de franquias. Entretanto, apesar de, a princípio, esse parecer um investimento muito promissor, abrir uma franquia nem sempre é sinônimo de lucro garantido.

Comprar uma franquia implica muitas responsabilidades, deveres e riscos. Além de precisar dispor de um considerável fundo de caixa para arcar com os primeiros meses, até que o negócio possa oferecer o retorno de seu investimento. Se você não possuir pleno conhecimento do mercado em que está se inserindo, pode perder muito mais do que investiu!

No post de hoje, vamos abordar as principais questões a serem consideradas para se escolher uma boa franquia: continue lendo para conferir!

Aprenda sobre o mercado

Você tem alguma experiência sobre o mercado em que a franquia que pretende comprar atua? Ou está prestes a navegar em águas desconhecidas? O que realmente importa é que você avalie com muito cuidado todos os aspectos internos e externos sobre o território que deseja explorar.

Além disso, é preciso certificar-se de que a franquia em questão dará certo em sua região. Afinal, nada garante que um negócio que alcança bons resultados em São Paulo, por exemplo, vai obter o mesmo sucesso no Rio Janeiro. Há uma série de fatores e variáveis envolvidas — como diferenças culturais, sociais, políticas e econômicas — que influenciam diretamente no comportamento do consumidor.

Informe-se com outros franqueados

Obter informações com outros franqueados da mesma rede pode ser altamente vantajoso na hora de tomar uma decisão final. Procure conversar com o máximo de franqueados que puder, pergunte sobre os benefícios e desafios, oportunidades, pontos positivos e negativos do negócio. Assim, você pode formar uma visão mais ampla e realista do que lhe espera.

Faça uma autoavaliação sincera

Antes de se comprometer com uma responsabilidade tão grande como a de adquirir uma franquia, faça uma autoavaliação sincera. Questione a si mesmo, procure conhecer os seus motivos, planos, sonhos e perspectivas de futuro. Pergunte-se:

  • Você se vê como um empresário dono de franquia daqui há 10 anos?
  • Quais são as suas dificuldades?
  • O que poderia impedir que este sonho se realizasse?
  • Você se sente preparado para assumir tamanha responsabilidade e arcar com todas as obrigações que ela envolve?
  • Você tem plena consciência de que, como franqueado, nem sempre poderá fazer o que bem entende com seu próprio negócio?

Conheça detalhadamente cada uma de suas opções de franquia

Cada franquia se diferencia por uma série de características próprias, entre elas:

  • O valor da taxa de franquia;
  • O investimento inicial em aquisição de ponto, adaptação de padrão e layout da rede franqueadora;
  • O pagamento de royalties e outras taxas, como de material de marketing.

Além de toda a preocupação financeira, também há algo muito importante: o suporte que o franqueador dá a seus franqueados. Claro, adquirir uma franquia é um investimento frequentemente alto, portanto o retorno tem que fazer jus a tudo que foi despendido nele.

Analise o suporte que o franqueador dá a você antes, durante e depois da implantação do negócio (pesquise isso com outros franqueados e no próprio contrato). Observe também se há treinamentos, coaching e qual o tipo de preparo e auxílio na gestão oferecidos.

Conheça os sistemas utilizados (softwares, plataformas e aplicativos) na franquia. Lembre-se que a inovação é um dos pilares do sucesso. Uma franquia que tem formas mais modernas de gestão possivelmente investe em inovação e está mais aberta à melhoria contínua.

A franquia, por si só, não é garantia de lucro. Mas você e o franqueador tem um objetivo em comum: o sucesso. Portanto, analise a força dessa parceria na hora de escolher entre as opções que estão na sua lista.

Faça um planejamento financeiro

Quanto você terá que investir nesse negócio até que ele comece a dar certo? Se tudo correr como o planejado, quanto tempo levará para que você recupere seu investimento?

Mais uma vez, não aja com impulsividade e não tenha ilusão de que a franquia é um negócio com retorno garantido: saiba que pode levar meses a até mesmo mais de um ano para que você recupere todo seu investimento e possa começar a considerar seus ganhos como lucro.

O artigo de hoje foi útil e esclareceu suas dúvidas sobre o que considerar ao escolher uma boa franquia? Então ajude-nos a promover este conteúdo compartilhando-o em suas redes sociais!

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta