O que é centro de custo e como aplicar na sua empresa?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Passeando por livros de Administração ou mesmo conferindo artigos sobre o tema na internet, é bem possível que você já tenha se deparado com o termo “centro de custo” pela frente. Porém, esse é um assunto que ainda suscita muitas dúvidas: afinal, o que é centro de custo exatamente e como esse tipo de conceito pode ser aplicado na sua empresa?

Embora o nome não seja necessariamente óbvio, compreender o que é centro de custo é bastante simples. Em algumas áreas, essa mesma ideia é chamada também de contabilidade departamental, um modelo que foi desenvolvido por empresas norte-americanas no início do século XX e que perdura até hoje.

Afinal, o que é centro de custo?

O conceito por trás do centro de custos é simples: transformar cada departamento da empresa em uma “pequena empresa independente”, isolando-se as suas receitas e despesas, de forma que seja possível analisar qual é a representatividade de uma determinada área no todo. Essa situação pode ser utilizada não apenas por departamentos, mas também em projetos que reúnam equipes multidisciplinares.

O objetivo maior de tudo isso é facilitar a análise por parte dos gestores. Sabendo como é o desempenho de cada parte de uma companhia, um bom gestor pode usar esses dados para prever mais investimentos ou tomar decisões sobre realocações de recursos. Além disso, em várias ocasiões os setores envolvidos passam a ter mais autonomia sobre as suas decisões.

Informações estratégicas sob medida

Uma das principais vantagens de se adotar esse tipo de abordagem é a autonomia que alguns setores podem ganhar. Muitas empresas têm dados estratégicos e sensíveis, que geralmente não podem ser compartilhados com todos. Contudo, os dados específicos relacionados a um departamento podem ajudar bastante na tomada de decisões quando todos podem ser incluídos no processo.

Essa “responsabilidade compartilhada”, digamos assim, permite que mais pessoas participem do processo decisório, minimizando as chances de erro em no controle de despesas e na busca por novas fontes de receita. Aliás, no que diz respeito às despesas, nada melhor do que alguém específico de um setor para identificar quais itens são supérfluos e quais itens são de fundamental importância para o desempenho das funções.

Distribuindo os recursos

Nem todas as áreas podem ser completamente isoladas, assim como nem todas as despesas podem ser direcionadas para um só lugar. Alguns itens podem fazer parte de um centro de custos comum. Assim, por exemplo, ao criar quatro centros de custos dentro da sua empresa, algumas áreas vão absorver parcelas do mesmo item – um exemplo disso são os gastos com água e energia elétrica.

Assim, cabe ao gestor responsável por acompanhar e montar a estratégia de custos identificar quais são as despesas que podem ser consideradas comuns e distribui-las da melhor forma possível. Ao final do período, essa estratégia permite identificar outras variáveis como a relação custo x benefício de cada colaborador, de cada setor ou de cada novo projeto implantado.

Estabelecendo metas

A partir do momento que você tem as informações sobre como um determinado setor funciona, você pode agir para que ele se torne mais lucrativo ou produtivo. É possível observar as formas de reduzir custos, de modificar metodologias de trabalho ou até mesmo de alterar o número de pessoas trabalhando em função de um projeto – seja para mais ou para menos.

O fato é que tudo isso se sobressai quando o centro de custo é obtido da forma correta. A partir dessas informações, cabe aos executivos, aos gerentes e aos demais gestores dos setores estabelecerem as novas metas para cada subdivisão e partirem em busca de meios para que elas sejam cumpridas.

Muitas vezes, não é a empresa como um todo que vai mal, mas sim um setor específico que está operando aquém da sua capacidade, pelas mais diversas razões. A estratégia de centro de custo permite não apenas identificar falhas como essas, mas também agir para corrigir eventuais desvios de rota e colocar a empresa novamente no caminho certo.

Você já implementou a metodologia de centro de custos na sua empresa? Conte pra gente nos comentários! E se você está precisando organizar e controlar todos os aspectos financeiros, de vendas, de estoque e pontos de venda da sua empresa, conheça a solução empresarial online completa Sage Start. Você ainda pode testá-la gratuitamente por 7 dias!

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2 comentários em “O que é centro de custo e como aplicar na sua empresa?

Deixe um comentário