O que vale mais que uma boa ideia de negócio?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

É loucura negar que uma ideia brilhante ajuda muito na hora de abrir uma nova empresa. Alguns mestres do empreendedorismo, entretanto, costumam dizer que mais importante até que uma sacada de negócio genial é saber muito de estratégias de gerenciamento de fluxo de caixa. Na prática, isso quer dizer que por mais inovador que seja a proposta da sua companhia, ela não terá sucesso se você não souber conduzi-la de forma sustentável.

O colunista do UOL José Dornellas, leitura obrigatória para quem aspira e (também para quem respira) empreendedorismo, disse certa vez que o fluxo de caixa tem que ser o rei do seu negócio, ponderando que, se isso não acontecer, em breve você não passará de um simples súdito suplicando ajuda aos donos do dinheiro.

O ditado lembrado por Dornellas faz referência a um erro muito comum praticado por empresários iniciantes, que é o de focar as vendas a todo custo e esquecer o planejamento delas, fundamental para evitar buracos no caixa. Os custos fixos e variáveis não dão trégua. Cabe ao empreendedor gerenciar seu caixa para conseguir atendê-los, sem abrir mão dos investimentos necessários para o negócio crescer.

Esses buracos acabam obrigando os empreendedores a se render aos bancos em busca de linhas de crédito de capital de giro, que, justamente por serem emergenciais, acabam custando taxas de juros bastante elevadas.

O curioso é que toda essa dor de cabeça poderia ser evitada com ajuda do bom e velho planejamento financeiro. Um bom controle do fluxo de caixa permite que o empresário organize melhor as finanças corporativas, estimulando uma boa análise da hora de investir e de comprar, de quando e como pagar, de saber o que vender e como negociar as vendas.

 

A lição aqui é que não basta conhecer muito da área de negócio que você pretende se aventurar. Goste ou não goste da ideia, um pouco de conhecimento em Finanças é fundamental para o sucesso do seu empreendimento.

A boa notícia é que existe hoje uma oferta muito grande de cursos e eventos de apoio a empreendedores iniciantes no mercado. Um bom exemplo é o curso online de Fluxo de Caixa do IPED. Sem sequer precisar sair de casa, você pode conhecer as funções básicas de fluxo de caixa, patrimônio, bens, direitos e obrigações. Também aprenderá a elaborar e projetar o fluxo de caixa da sua empresa. O curso possui uma versão experimental grátis de menor carga horária e uma completa.

Outra dica preciosa (e gratuita!) é ler, ler e ler. Conhecer experiências de quem já deu certo (e também de quem não deu) é fundamental para saber que caminhos trilhar quando as dificuldades e as oportunidades baterem na sua porta.

Existe uma infinidade de portais especializados em Empreendedorismo. Eles devem estar salvos no seu navegador e entrar na sua rotina diária de leituras. Algumas dicas são o UOL Empreendedor, o portal da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, o site da Endeavor (que entre muitas outras informações valiosíssimas apresenta os cases das empresas que a organização assessora) e o site da Revista Exame focado em Pequenas e Médias Empresas.

Ainda nessa ideia de buscar informação, vale ficar atento para a Semana Global do Empreendedorismo, realizada todos os anos em diversas partes do país e do mundo. A edição deste ano já está programada para o período de 18 a 24 de novembro. Para se ter uma ideia da dimensão desse evento, no ano passado, houve mais de 2 milhões de participantes no Brasil, envolvidos em quase 4 mil atividades, a maioria delas gratuita.

Não dá para perder! Para acompanhar a preparação do evento, é só entrar no site e cadastrar seu email para receber as atualizações. Em um mundo cada vez mais globalizado, o empreendedor de sucesso tem que acompanhar de perto a velocidade com que as coisas evoluem. Fique ligado!

 

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn