Por que sua empresa precisa de um bom Controle de Estoque

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A gestão das mercadorias, muitas vezes, não é levada a sério pelos empresários até que eles comecem a notar problemas de desvios de itens ou a perda de vendas por não terem os produtos que os clientes procuram. O grande detalhe é que um bom controle de estoque permite muito mais do que evitar esses problemas. Através dele pode haver aumento do capital de giro, redução de custos e até mesmo a ampliação da performance operacional da empresa.

Quer virar expert no assunto e garantir melhores resultados para a sua empresa? Continue lendo!

1. Organize os produtos por categorias

Para começar, é essencial que você tenha um excelente entendimento do que tem no seu estoque. Para uma boa visualização dos itens, a contabilização correta de tudo o que entra e tudo o que sai do acervo e entendimento da movimentação dentro do depósito, vale a pena dividir os artigos em grupos e subgrupos. Isso, inclusive, vai facilitar para identificar qual a sazonalidade de cada tipo de produto.

2. Priorize os produtos com mais rotatividade

Ter altos níveis de inventário aumenta os custos indiretos de seus serviços e imobiliza o capital que poderia ser usado em outras coisas que dariam mais retorno. É importante analisar seu estoque conforme o que mais vende e o que vende menos na hora de tomar as decisões de reposição. Concentre-se nos itens que mais têm rotatividade e tenha em mente que, em boa parte dos negócios, 80% da demanda será gerada por apenas 20% dos itens do acervo. Monitore seus níveis de estoque conforme essas informações e terá uma gestão de estoque mais eficiente.

3. Padronize as movimentações dentro do estoque

A circulação de pessoal e também dos produtos estocados – tanto os que chegam, quanto os que saem – devem seguir alguns protocolos e métodos. Se possível, você conte com um software de gestão como o Loje, que integra estoque, vendas e financeiro, além de deixar profissionais da sua equipe responsáveis por setor ou categoria de produtos. Com isso você terá mais precisão e saberá a quem cobrar quando houver algum problema com determinada área de seu inventário.

Administre sua empresa da melhor forma! Teste grátis nossas soluções.

4. Mantenha um olho no seu negócio e outro em seus fornecedores

Existem fornecedores que às vezes não cumprem tão bem assim sua agenda de entregas, nem os compromissos dentro da forma esperada. Um erro de calendário ou uma falha no número ou na qualidade do que foi encomendado pode trazer prejuízos enormes ao seu negócio, por isso fique de olho. Acompanhe de perto a atividade dos fornecedores e entenda como são seus processos internos e de entrega. Fazer isso permitirá que você avalie se há possibilidade de aperfeiçoar esses serviços (e abater os preços) ao firmarem uma parceria mais sólida. Dispense os fornecedores não confiáveis e melhore o desempenho geral com aqueles que são mais garantidos.

Já falamos muito da importância de ter um bom controle de estoque aqui no blog. Você já seguiu alguma das nossas dicas? Compartilhe nos comentários o que você tem feito para garantir um inventário mais organizado e eficiente na sua empresa.

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta