Recebi investimento, e agora?

A busca por um aporte financeiro satisfatório para levantar sua empresa é uma das grandes dificuldades de quem está começando no mercado, tem necessidade de desenvolvimento mais acelerado ou vislumbra oportunidades de negócios que precisam de capital específico para se tornarem realidade. Muitas empresas não conseguem o aporte necessário e acabam saindo do mercado, perdendo espaço para a concorrência.

No entanto, existem casos em que a empresa conquista o aporte de que precisava e, mesmo assim, entra em colapso e não segue adiante, porque não faz as práticas adequadas. Para não errar fatalmente logo após ter captado recursos e não correr o risco de deixar seu empreendimento à deriva, continue lendo nosso post!

Tire o plano de negócios do papel

A coisa mais importante a ser feita depois de receber o aporte de capital de que você precisava é colocar a mão na massa. Esse não é o momento de sentar e relaxar. É claro que você pode se sentir bem-sucedido e querer festejar a vitória nessa etapa, contudo, que suas celebrações não passem de um dia: é tempo de visualizar com mais cuidado e rigor o plano de negócios que foi elaborado e colocá-lo em ação, dividindo-o em etapas de implementação e focando no trabalho a ser feito.

Estabeleça estratégias e metas

Quando o dinheiro entra na empresa, ele pode ser usado para:

  • Desenvolver as habilidades de sua equipe;

  • adquirir equipamentos e novas tecnologias;

  • ou, por exemplo, lançar campanhas de marketing mais ousadas e abrangentes.

Por isso, o empreendedor deve ter em mente onde exatamente vai aplicar os recursos auferidos, com base em uma excelente análise do cenário atual e dos pontos fortes e fracos que sua organização possui. A partir disso, ele poderá determinar estratégias a seguir, com respectivos prazos e mecanismos de controle, além de um plano de metas e objetivos a serem conquistados, sempre monitorando os resultados.

Construa um relacionamento de confiança com os investidores

Se o seu negócio está podendo ser concretizado porque você acolheu as dotações de que precisava de um investidor-anjo, conhecidos (parentes e amigos) ou de um banco, procure ver a relação entre vocês como algo de longo prazo e, portanto, não deixe que dúvidas ocasionais ou o descrédito atrapalhe sua integração.

É importante ser transparente e enviar, por escrito, notícias de como estão os negócios, de forma que você mesmo vai poder elaborar maior controle de sua empresa. Além disso, comprovar que tudo está sob controle é o mesmo que manter as portas abertas para quando, no futuro, precisar de novos aportes financeiros para realizar outras estratégias de mercado e de melhoramento interno. Assim, você irá consegui-los mais facilmente e com mais tranquilidade da outra parte. O alinhamento entre empreendedor e investidores sempre é bem-vindo nos negócios.

Se você acabou de receber os recursos para fazer sua empresa se tornar realidade ou crescer ainda mais, não demore em escalar as intervenções e iniciativas que você planejou para sua organização. Siga o caminho que você traçou da maneira mais ágil e bem feita possível.

Ficou com alguma dúvida? Como você vem tratando os recursos financeiros que entraram em sua empresa? Vamos trocar experiências nos comentários!

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário