Saia do cheque especial com ajuda de uma planilha de controle financeiro

planilha de controle financeiroO cheque especial é a pior modalidade de crédito que existe no mercado. Além de ter os juros mais altos, são um potencial para o descontrole financeiro. Muitas vezes, o cheque especial se torna uma bola de neve e fica cada vez mais difícil pagar a dívida.

O primeiro passo para não entrar no cheque especial é manter o controle das contas. Use uma planilha de controle financeiro, onde é mais fácil colocar as despesas e os ganhos do mês. Assim, você poderá visualizar com mais clareza qual é o gasto que não cabe no orçamento. A primeira regra para manter a conta bancária no azul é não gastar mais do que ganha.

A maioria das pessoas começa a entrar no cheque especial nos últimos dias do mês, por um período curto. Quando o salário entra na conta, cobre o saldo negativo. O problema é que você já começa o mês seguinte com menos dinheiro. No fim do mês, a conta entra no vermelho novamente, cada vez mais cedo. Por isso, dizemos que essa modalidade de crédito é uma bola de neve. Ou seja, a dívida só cresce.

Muitas pessoas não vêem o cheque especial como uma dívida, pela facilidade de ser contratado. Normalmente, o crédito do cheque especial já fica disponível na conta. Tome muito cuidado ao visualizar o extrato bancário para não confundir o seu saldo em conta com o valor autorizado para este crédito.

Se você não consegue mais sair do cheque especial ou o utiliza todo mês, é a hora de avaliar tomar um outro empréstimo no banco, com juros menores, até colocar as contas em ordem.

Lembre-se que os juros do cheque especial são os mais altos do mercado. Segundo a última pesquisa do Banco Central, a taxa cobrada pode ultrapassar 200% ao ano, chegando a 212% em alguns bancos.

Existem modalidades de crédito muito mais baratas, como o empréstimos consignado, em que os juros variam de 20% a 80% ao ano, chegando a 120% nas instituições bancárias mais caras.

Depois de trocar o saldo negativo do cheque especial por um empréstimo com taxa mais barata, é importante colocar em ordem as suas finanças. Faça uma análise dos seus gastos e veja onde pode economizar.

Para ajudar no controle das suas finanças pessoais, a Cenize oferece o software jFinanças Pessoal. É gratuito e muito fácil de usar. 

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn