Como fazer para sair da zona de conforto?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O que difere os sonhos das metas? Muitas pessoas, infelizmente, não vão em busca de diferenciar esses dois tipos de conceitos. Sair da zona de conforto e ir em busca de algo grandioso é algo complicado, trabalhoso e que acaba deixando aqueles menos determinados pelo meio do caminho. Porém, deixar uma situação cômoda em busca de algo melhor é algo que deveria fazer parte dos seus instintos.

Nós só conseguimos evoluir a partir do momento em que ousamos fazer coisas que aparentemente eram impossíveis ou que estavam fora da nossa alçada. Sair da zona de conforto é deixar de lado a solução mais óbvia e ir em busca de uma maneira mais inteligente de dar uma resposta para o mesmo problema. Porém, falar é fácil e fazer é muito difícil.

Como acordar amanhã pela manhã e sai determinado a conquistar o mundo que está lá fora? Neste artigo, listamos quatro dicas que você deve levar em consideração se quiser sair hoje mesmo da sua zona de conforto.

1. Não abrace o mundo sozinho

Quantidade não significa qualidade. Tenha isso em mente. Existem pessoas que se vangloriam de viver cheias de trabalho. De certa forma, em tempos onde o desemprego atinge níveis preocupantes, ter mais trabalho do que a média das pessoas é uma grande conquista. Entretanto, será que você realmente precisa de todos esses trabalhos que você está fazendo?

A pergunta que você deve se fazer é quanto vale a sua hora. Se em alguns momentos você está trabalhando “apenas para não ficar parado”, ou seja, ganhando abaixo do valor que você julga justo, pode ser que você esteja também perdendo tempo e dinheiro. Você poderia, por exemplo, usar esse tempo para aprender algo novo, cuja especialização traria mais benefícios do que apenas a manutenção de sua situação atual.

Em outras palavras, é preciso desapegar de certos trabalhos que mais consomem do que geram algum tipo de benefício para a carreira. Saber dizer não, nesse caso, e não pegar mais trabalhos do que você realmente consegue fazer é o primeiro passo.

2. Foco e força de vontade

A partir do momento em que você sabe exatamente o que quer, é preciso traçar uma estratégia e manter o foco nesse caminho. Pense da seguinte forma: vamos supor que a sua meta seja morar na França dentro de 5 anos, mas no momento você está fazendo um curso de espanhol. Claro, fazer um curso de espanhol é algo bom, mas será que você não deveria estar estudando francês?

As oportunidades costumam surgir para a maioria das pessoas, mas é comum que elas encontrem muitos despreparados pela frente. O desejo de se manter sempre ativo é ótimo, entretanto é melhor canalizar os esforços em prol de um objetivo. Na vida, tudo que fazemos tem um custo de oportunidade. Não podemos ter tudo e para conseguir uma coisa, temos que abrir mão de outra. Ter foco é saber abrir mão das coisas menos importantes em prol de um objetivo maior.

3. Pare de se comparar com os outros

Existe uma grande diferença entre as pessoas que você idolatra e as pessoas que você tem inveja (aqui, vamos falar dela no bom sentido). Admirar alguém pelas suas conquistas ou pela maneira como conduz a vida é algo extremamente saudável e esses modelos podem nos servir de inspiração para que nós nos tornemos pessoas melhores.

Já a inveja saudável pode ser uma faca de dois gumes. Evite cair em comparações do tipo “se fulano conseguiu eu deveria conseguir”. Cada ser humano tem as suas individualidades e aquilo que é fácil para uma pessoa não necessariamente será fácil para outra. Pare de usar a vida dos outros como uma muleta para justificar os seus próprios insucessos.

O sucesso dos outros depende também de uma série de fatores. Aliás, na maioria das vezes, vemos apenas aqueles que estão na superfície, a ponta do iceberg. Quando vemos um palestrante com boa postura no palco e tendo completo domínio de um conteúdo, raramente pensamos que por trás daquela “simples” apresentação há muitas horas de estudo e dedicação para se chegar àquele nível.

4. Aprenda alguma coisa nova

Existe um ditado que diz que “ideias batidas não batem metas”. Você até pode ser eficiente fazendo sempre a rotina que sabe que funciona. Mas se você está saindo da sua zona de conforto é porque provavelmente está em busca de algo melhor. Se você continuar fazendo somente as mesmas coisas, como esperar que os resultados sejam diferentes? Experimente algo novo, permita-se enfrentar novos desafios que até então você se considera incapaz.

É por conta disso que você deve investir no aprendizado. Aprender algo novo, sempre, é uma maneira de fazer com que o seu cérebro se mantenha em constante evolução. O ser humano é bastante adepto ao condicionamento, portanto temos tendência à acomodação com algo que está funcionando. Aprender um novo idioma, fazer um curso, viajar para um país diferente, todas essas são maneiras de quebrar essa rotina e fazer com que a vontade de buscar algo melhor fale mais alto.

E aí? Tudo pronto para sair da zona de conforto e começar a sua vida nova agora mesmo?

LEIA MAIS:

Software de gest„o empresarial

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Um comentário em “Como fazer para sair da zona de conforto?

Deixe um comentário