Sua empresa pratica SPAM?

Sua caixa de correio eletrônico vive abarrotada de e-mails de propaganda ou de mensagens de pessoas e empresas que você nem conhece? Você, como a maioria das pessoas, deve receber um monte de SPAMs diariamente e sabe como isso pode ser desgastante. Justamente por isso é tão importante tomar cuidado com as políticas da sua empresa para o envio de e-mails a clientes em potencial. Entenda melhor e identifique se a sua empresa usa de práticas não recomendadas.

O que é SPAM

O termo SPAM é uma gíria de internet e corresponde a mensagens eletrônicas enviadas sem que fossem solicitadas pelos seus destinatários. A versão mais aceita para o nome seria Sending and Posting Advertisement in Mass, que em inglês significa algo como “enviar e publicar publicidade em massa”. É muito comum que esta comunicação on-line esteja ligada a ações de publicidade comercial e marketing digital, na grande maioria das vezes indesejadas. É por isso que muito poucos comerciantes respeitáveis usam e-mails não solicitados para anunciar seus produtos e serviços.

Como as pessoas fazem SPAM

Normalmente, os remetentes que desejam enviar SPAMs colhem endereços de destinatários a partir das próprias fontes dos provedores de e-mail, com o uso de softwares que coletam seus endereços na Internet. Há também programas que ajudam a criar endereços, com suposições automatizadas de usernames, juntando-os a determinados domínios. Muitas vezes dá certo e a fim de obter ao menos algumas respostas positivas das pessoas para quem as mensagens são expedidas, os spammers (remetentes de SPAM) estão dispostos a mandar milhares de e-mails por dia com a ajuda de programas específicos.

O grande problema é que um SPAM, além da publicidade que você não quer ver, pode também trazer vírus e sequestrar seu endereço de e-mail, caso venha a clicar no link que ele apresenta no seu conteúdo aberto. Isso sem falar na quantidade de lixo eletrônico que abarrota sua caixa de entrada.

Como evitar que sua empresa pratique SPAM

Da mesma forma que você, seus potenciais clientes não querem receber e-mails indesejados. Utilizar listas de e-mails compradas ou enviar mensagens sem a autorização dos destinatários pode sujar a imagem da sua empresa, por isso tome cuidado! Envie campanhas e ofertas somente para bases qualificadas, de pessoas que já tiveram algum contato com a sua marca e aceitaram o recebimento deste tipo de mensagem. Outra dica é incluir em todos os seus e-mails a opção de opt out, que assegura que estas pessoas possam escolher não receber mais seus e-mails quando quiserem.

Ficou alguma dúvida sobre as melhores práticas para envio de e-mail marketing? Leia as “boas maneiras” desenvolvidas pela Associação Brasileira de Marketing Direto e evite que sua empresa pratique SPAM.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta