Taxa de conversão: entenda a métrica que domina a sua performance de vendas

Você sabe como pode auferir a qualidade das vendas de seu pequeno ou médio negócio? Esta se trata de uma informação relevante, para que possa entender não só a produtividade, mas também como seu negócio está evoluindo, de modo que consiga desenvolver melhores estratégias no futuro e conservar ou potencializar o desempenho de sua empresa.

Portanto, você precisa conhecer uma ferramenta chamada taxa de conversão. Que tal não perder mais tempo e conhecer logo mais sobre o assunto?

O que é uma taxa de conversão

A taxa de conversão diz respeito a uma métrica de desempenho das vendas, ou seja, relaciona-se ao valor médio das vendas em relação ao número de visitantes (ou contatos) que seu empreendimento obtém.

A fórmula é bastante simples: basta dividir a quantidade de vendas concretizadas pelo número de pessoas que passaram pela sua loja (ou que com ela entraram em contato) em um determinado período de tempo. Por exemplo: se, em determinada semana, o estabelecimento vendeu 100 produtos e teve a visita de 1.000 pessoas, a taxa de conversão foi de 10% (o equivalente a 100/1.000).

O aumento do percentual deste indicador significa dizer que esteja acontecendo um crescimento de vendas, sem que o fluxo de visitantes permaneça também aumentando, o que denota que a performance está sendo, ao menos, otimizada. No caso, há eficiência operacional de sua equipe de vendas.

A importância de uma taxa de conversão bem calculada

No e-commerce, esta ferramenta é bastante utilizada, até porque se torna fácil reconhecer o número de visitantes que um site possui em cada período, já que há diversos indicadores espalhados pela internet para fazer este cálculo. Mas nas lojas físicas, a coisa pode se tornar problemática, porque não existe o hábito entre os donos do negócio de se computar o número de pessoas que passam pelo estabelecimento.

Mas a contabilização das pessoas que entram e saem da loja é o primeiro passo para se chegar à taxa de conversão, mesmo que a contagem seja aproximada ou acidental. E, dependendo do tamanho da loja, inclusive, você poderá fazer isso por setores, por exemplo.

Como aumentar a taxa de conversão de seu empreendimento

Com o número de visitantes de sua loja, será fácil chegar à taxa de conversão, dividindo-se tal quantidade pelo número de vendas realizadas no período — naquele mês, por exemplo. Porém, como seria possível melhorar o resultado observado?

A maneira mais óbvia de fazer isso é tentando atrair para a sua loja um tráfego mais qualificado de possíveis clientes, que é a mesma estratégia das lojas virtuais. O maior acesso de clientes propensos a fazer negócio com você aumentará as chances de vendas. Contudo, em um estabelecimento no mundo real há outras coisas a fazer, como a distribuição de itens dentro da loja, de modo a atrair a atenção dos consumidores para comprarem por impulso, perto dos caixas e em prateleiras específicas.

O bom atendimento, afável e bem-educado, mas nunca intrusivo, também é um fator importante neste caso, bem como os elementos de marketing sensorial, tal qual música ambiente, aromas típicos da marca e interações diferenciadas com os produtos — fatores que, em exposição, geram interesse e conforto, e deixam o cliente mais tempo dentro do lugar.

É por isso que não basta simplesmente saber quantos clientes fecharam o negócio, mas torna-se importante para o negócio identificar com quantos clientes você falou até conseguir fechar aquela quantidade de vendas. Vender para 5 clientes, havendo contatado 10 é bem diferente de vender para 5 pessoas, tendo feito 50 contatos!

E na sua loja, como está hoje em dia a taxa de conversão de seu negócio? Ainda tem alguma dúvida sobre o conceito? Deixe um comentário!

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn