Transforme seus sonhos em realidade com controle financeiro pessoal

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

controle financeiro pessoalUm sonho de consumo pode parecer muito distante ao se deparar com as limitações do saldo da conta bancária, mas não existe sonho impossível quando sabemos economizar.

O primeiro passo para começar a juntar dinheiro é fazer o seu controle financeiro pessoal. As despesas têm que ser menores do que a renda. Só assim é possível poupar.

A economia de uma parte dos rendimentos é importante para garantir segurança financeira e uma aposentadoria tranqüila. Além disso, a redução das despesas do dia a dia é o que vai permitir a compra de uma casa confortável, de um carro novo e fazer uma viagem inesquecível para um destino que parecia muito distante.

Estabelecido o seu sonho de consumo – que pode ser chamado de meta porque está ao seu alcance –, comece o controle financeiro pessoal. As ferramentas oferecidas pela Cenize facilitam nesse processo porque permitem que você registre em detalhes sua renda e seus gastos, sem esquecer de nenhum item. Assim, poderá ver exatamente quanto precisa economizar por mês e se conseguiu alcançar seu objetivo.

Primeiro, liste as suas receitas: salário, aluguel, pensão. Em seguida, liste as despesas. Não se esqueça de nada, nem mesmo do cafezinho tomado todos os dias depois do almoço. Você vai ver que no fim do mês, ele poderá fazer diferença. Também poderá descobrir que gasta muito com coisas supérfluas e que pesam no orçamento doméstico quando somadas.

Se você cortou as despesas supérfluas e ainda não atingiu o valor que precisa, comece a fazer escolhas. Você realmente precisa de um pacote de 400 minutos de celular? Consegue ver tantos filmes na TV a cabo que justifique o pacote mais caro? Se a resposta for sim, não desanime. Você só precisará de mais tempo para economizar.

Outra decisão importante é saber em que momento reservar o dinheiro, se no início ou no fim do mês. Para quem é mais impulsivo, é melhor guardar a quantia desejada assim que receber o salário. Some quanto tem que pagar em contas e outras despesas fixas e inclua gastos com lazer, teatro, cinema e jantares fora de casa. O restante vai direto para a aplicação de sua escolha.

Quem é mais controlado pode deixar para guardar o que sobrar no último dia do mês. Desta forma, tem alguma liberdade em caso de imprevistos.

Na próxima semana, leia sobre a importância de manter o seu controle financeiro pessoal separado do controle financeiro da empresa.

 

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn