Você sabe aonde quer chegar?

De que adianta guardar dinheiro por guardar? Na prática, poupar significa abrir mão de uma oportunidade de consumo que temos hoje e adiá-la. O segredo de uma vida financeira bem sucedida é justamente saber equilibrar o presente com o futuro. Nem gastar demais, mas nem deixar de curtir o hoje.

Por isso, é fundamental saber exatamente o que você quer para a sua vida. Já falamos aqui outras vezes da importância de dar nome a seus investimentos. Sabendo para o que você está se programando, o hábito de guardar dinheiro fica bem mais fácil. A balada que ficou para trás nesse fim de semana será a viagem para Punta Cana de amanhã. Pensar assim é muito mais estimulante para abrir mão do prazer de hoje, não é mesmo?

Por outro lado, assim como o seu programa de controle financeiro deve conter uma poupança mensal obrigatória, ele também deve incluir uma parcela do seu salário dedicada ao lazer. Mas sem descuidar de que os gastos variáveis são um dos principais inimigos do orçamento e por isso é fundamental ter uma meta para eles.

Pensar a longo prazo

Em um mundo cada vez mais corrido e globalizado, o apelo para o carpe diem, viver o presente, fortalece-se a cada dia. Nossa sanidade mental agradece. Reconhecer os pequenos prazeres que estão à nossa volta certamente é uma das chaves para a felicidade.

Entretanto, se estamos exagerando para o lado do estresse sem fim, não podemos acabar pendendo para o outro e esquecer que nossa vida provavelmente não irá acabar amanhã. As expectativas de vida nunca estiveram tão altas, graças ao avanço das técnicas de medicina. Logo, preparar-se para um futuro com conforto é mais do que prudente, é uma necessidade.

Daí a importância de saber aonde se quer chegar, para poder se programar bem ao longo da caminhada, equilibrando as oportunidades do hoje com a segurança do amanhã. É isso o que as grandes empresas fazem: planejam suas finanças corporativas para poderem alcançar suas metas de médio e longo prazo. E você? O que quer para o seu futuro?

 

Quero viajar…

Viajar é uma das melhores coisas da vida e, com programação, é possível você fazer disso um hábito recorrente. Duvida?

Vamos supor que você queira viajar uma vez por ano. Se guardar R$ 50,00 na poupança, terá depois de 12 meses quase R$ 620, quantia suficiente para passar um fim de semana em uma pousadinha no litoral. Quer ir para mais longe ou ficar mais tempo? É só se programar para guardar mais.

Quero comprar um carro…

O momento é bom para a compra de veículos se você souber aproveitar as promoções das concessionárias. Muitas delas têm feito parcelamentos com juros bastante reduzidos (de 0% a 1%) para quem consegue dar 50% do valor do veículo de entrada. Considerando que um carro popular custa em torno de R$ 23 mil, em dois anos você consegue o valor necessário para a entrada (R$ 11,5 mil) aplicando um pouco mais de R$ 400,00 por mês na poupança*. Se você conseguir guardar mais, obviamente que conseguirá o dinheiro antes.

Quero comprar um apartamento…

O mercado imobiliário sofreu um boom recentemente, mas os preços já começam a dar sinais de arrefecimento. É uma boa hora para começar a planejar seu investimento em um imóvel. Os bancos têm oferecido financiamentos imobiliários que emprestam a partir de 90% do valor total do imóvel. Obviamente que quanto mais dinheiro você conseguir guardar para a entrada, menos tempo passará com as parcelas e, consequentemente, pagará juros menores.

Considerando um apartamento de R$ 300 mil, você obteria os R$ 30 mil necessários guardando R$ 800,00 na poupança por três anos. Aqui, se você não tiver tanta pressa, um investimento mais rentável, mas de prazo de resgate maior poderia ser uma boa opção.

Os títulos públicos NTN-B, por exemplo, oferecem um rendimento protegido pela inflação, ou seja, você ganha um rendimento que está entre 3% e 4%, mais a variação do IPCA no período em que mantiver o título. Quer saber mais sobre títulos públicos? Clique aqui.

Não importa o tamanho do seu sonho. Alcançá-lo é uma questão de determinação. Poupar uma quantia fixa mensal deveria ser uma daquelas tradições passadas de pai para filho. Quanto antes você começar a guardar, mais cedo poderá usufruir dos benefícios de ter o planejamento financeiro como um parceiro em sua vida.

* Considerando uma rentabilidade média de 0,5% ao mês.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn